Archive for Setembro, 2009

OBRIGADO. ESTOU AGRADECIDO.

Iniciei este blog no dia 01 deste mês de setemro, e constatei hoje dia 30 de setembro, que os amigos que acessaram este blog, marcaram 935 consultas, o que é um saldo excelente para um blog recém lançado.

POR  ESTE  SALDO ALTAMENTE  POSITIVO,  SÓ  TENHO  A  AGRADECER  A  TODOS  OS  AMIGOS  QUE  ME  INCENTIVAM   A  PROSSEGUIR  NESTA  LUTA. 

MEUS  SINCEROS  AGRADECIMENTOS  A  TODOS  VOCES.

AS. LINEU  TOMASS.

Anúncios

CRISTIANE TORLONI NOTA DEZ

Meu colega advogado, prof. José Rodrigues, veio jovem à Curitiba. Foi até cobrador de ônibus e venceu. Hoje é um brilhante professor de direito. Ele mandou-me  via email  uma espetacular entrevista da atriz Cristiane Torloni,  no programa “mais voce”, da Ana Maria Braga,  e nesta entrevista a Cristiani definiu de forma simples e objetiva, o momento tenebroso pelo qual passa o País. Sintetizou muito bem  como  é que os brasileiros deixaram que grupos criminosos da política e fora dela, se  apropriassem descaradamente da riquesa da Nação.  Ela culpa o  próprio povo por inércia, por parecer anestesiado e em permenente estado letárgico.

Vale a pena assistir a entrevista:

OUTRO GOLPE NO PEDÁGIO

Estive ontem na Assembléia Legislativa e na tribuna o deputado Rangel (PPS), desancava o páu na inércia do andamento de um projeto seu  que estava tramitando na Casa.  O projeto proibe cobrança de tarifa de pedágio de caminhão que estiver com o “eixo erguido”, quando rodam vazio.   É de pasmar. É de não acreditar que essas empresas  cartelizadas estejam  praticando este tipo de ato, que torna necessário se fazer uma lei, para garantir um direito. Como é que a ANTT-Agência Nacional do Transp. Terrestre, permite este tipo de absurdo.  Afinal esta “agência” é uma agência  mediadora  de interesses,  ou “entregadora”  de interesses ? 

agrale130006x2a

Fonte: http://www.intelog.net/Imagens/agrale130006x2a.jpg

NOVO GOLPE NO PEDÁGIO.

A Nação assiste estarrecida, as manobras malandras no estilo de ato fino da mais alta tecnologia de ponta no ramo do estelionato no País, contra o bolso do cidadão, tudo “endossado” pelas mais altas autoridades, “desse País”, como diz o Luiz Inácio.  Será que essa gente pensa que todos nós somos bobos e não percebemos essa malandragem toda  ?

Vejam o golpe e a manobra que está se desenhando contra teu bolso.  As empresas espanholas que ganharam a concorrência para explorar tarifas de pedágio em toda as rodovias federais, fizeram um contrato com preço, em torno de R$ 2,00 para cada 70 kilômetros, (Curitiba-Joinvile), e foram muito aplaudidas, pois aqui no Paraná, empresas paranaenses cobram mais de R$ 12,00 (Curitiba Paranaguá), pela mesma distância, e por isto vão ter que responder uma Ação Civil Pública, por  terem feito aditivos danosos aos usuários nos contratos entre 200 e 2002, e vão ter que abrir suas contas ao Ministério Público, para explicar os lucros milionários e o cancelamento unilateral de obras que deveriam ter feito.

Praca%20de%20Pedagio-(L)-02

Fonte:http://www.campos.rj.gov.b

Pois bem. Durou pouco esta alegria. Agora estas empresas “barateiras”, estão fazendo um lobye junto a ANTT-Agência Nacional de Transportes  Terrestres do Governo Federal, alegando que este preço é muito barato, mais isto mais aquilo, choveu, molhou a terra, e querem uma revisão no contrato para aumento dos preços. A ANTT que nasceu para regular estas relações entre empresas e usuários,  em verdade  pende sempre para estas grandes empresas e estes cárteis que nos exploram de modo faminto e pantagruélico. Porque será que a ANTT só protege essa gente e sempre empurra a conta para os desorganizados dos usuários ? Será que tem algum interesse escuso por trás destas manobras ?

 

ATENÇÃO FICHAS-SUJAS

A  CNBB tem dado excelene colaboração na feitura de leis moralizantes nas campanhas eleitorais, e de novo a CNBB consegue um abaixo assinado de mais de 1,3  milhão de eleitores,  (1 % dos eleitores), e vai protocolar nesta semana  na Câmara Federal um projeto de lei, que prevê impedimento de registro de candidaturas  de pessoas condenadas na Primeira Instância da Justiça.

Este projeto de iniciativa popular é previsto na Constituição, e coloca pela segunda vez  o Congresso Nacional de novo de saia justa, pois na omissão dos deputados e senadores, a sociedade ao poucos vai ocupando o lugar dos  parlamentares os quais na sua maioria, ficam a proteger estelionatários, assassinos e ladrões que frequentam  o poder político.  O Congresso Nacional, ou toma novo rumo, ou a sociedade vai aos poucos substituindo suas prerrogativas e o poder de fazer uma reforma política a alura de um  país moderno que tem que sair dessa letargia e desta situação de país anestesiado, onde  “liberou geral”   é a regra.

ficha_suja 

Fonte: http://2.bp.blogspot.com

 

PT. PREPAREM-SE, É O SERRA.

Neste final de semana a imprensa toda publica nota sobre um acordo entre os governadores do PSDB, José Serra e o Aécio Neves.  Aécio está fora. Sai candidato à presidência  o José Serra.

Este acordo está bem no estilo do PSDB. O acordo foi feito, mas sua divulgação oficial só será feita em janeiro de 2010, parecendo que este “acordo” não passa de um esquema tático para se abafar e evitar atritos entre estas duas candidaturas.  O Aécio reconheceu que não tem chance nenhuma neste jogo pesado. As últimas pesquisas o convenceram de ficar fora do  páreo. Ele perde até para o Ciro  Gomes, que os petistas já pensam em adotá-lo como “companheiro”.

jose_serra01

Fontes/Imagens: 1.bp.blogspot.com.

PARANÁ DO DESPERDÍCIO

O jornal  “O Paraná  – jornal de fato”, na edição de 27/9/09, publica  extensa e detalhada reportagem sobre obras inacabadas no Estado do Paraná, com desperdício de recursos públicos estimados em R$ 34 milhões.

Entre a farra feita com a grana dos paranaenses, constam  a paralização da construção da rodovia de Corbélia – Cafelândia;  o Teatro de Assis Chateaubriand e o Portal do Parque em Santa Tereza, cujas paralizações já vem de governos anteriores. Mas  aqui se pergunta, porque o Requião não deu continuidade  nestas obras ?  Por vingança de caráter  político?  É esse tipo de atitude dos governantes que não poderiam ocorrer.  Deveríamos  ter uma lei obrigando os novos prefeitos,  governadores e presidente da República, a concluirem as obras dos seus antecessores, mesmo que não gostem delas, pois assim este País deixaria de ser um campeão mundial de obras paralizadas e de desperdício  do dinheiro que não é deles.  É do povo.

imagemEstrada  Corbélia-Cafelandia  e  o Portal  (obra discutível, do Parque Sta. Tereza). Fotos do jornal  “O Paraná”  de 27/9/09.