Archive for Novembro, 2009

CUSTO REAL DO TRANSPORTE COLETIVO

Esta ouvi hoje na TV Band-News.  o Custo real do transporte coletivo “neste País”, é de cerca de 30 %  do salário do trabalhador.  O vale transporte é  um subsídio pago pelo patrão do trabalhador somado a  mais 6 % do custo do VT, que é pago pelo trabalhador. Ou seja, em verdade o  custo real é de 30 % do salário do trabalhador.  O que salva a situação é o patrão que paga o VT.


Assim mesmo, para os trabalhadores ou pessoas que não tem VT, estes pagam em torno de 30 % de seus salários, pois somente  50 % dos passageiros que usam ônibus no País, se utilizam do vale transporte, o que significa dizer que 50 % dos usuários ainda estão sendo ferrados pelo sistema. Voces já pensaram o Lula, na Dilma, os Senadores, Dep. Federais, governadores, enfim todos os brasileiros,   pagando 30 % dos seus salários em transporte  ?

Fonte/Imagem:

AGORA COMEÇOU A CAMPANHA

Na Boca Maldita, o assunto de hoje foi a briga entre os candidatos ao governo do Paraná, o Pessuti  (PMDB) e o Beto Richa (PSDB), sobre o pedágio.  Beto alegou que o pedágio nas estradas do Paraná, oneram a agricultura. Pessuti não gostou, achou demagogia  do Beto e rebateu, dizendo que o Beto quando deputado apoiou a aprovação da lei do pedágio proposta  pelo então governador Jaime Lerner.  Osmar ficou de fora, mas segundo a imprensa já deu uma estocada no Beto Richa.  Tudo isto significa  dizer que a campanha de 2010 para o governo do Estado, já começou em 2009, e agora prá valer, com beliscão e tudo o mais.

Fonte/Imagem:

DISCRIMINAÇÃO ODIOSA DE SALÁRIO DE TRABALHADOR

No tempo das “estatais”, devido a este fato que vou registrar, cheguei a ser contra a permanência permanente do Estado no controle das empresas estatais,  pela discriminação odiosa de salários entre os trabalhadores das empresas privadas com os trabalhadores da administração direta e das estatais em todo o País,  os quais conseguem feitura de leis que lhes dão mais e mais privilégios,  que estão chegando ao limite do suportável pela exigência da ética, da equidade  e da igualdade de todos na lei.

O Jornal “Valor Econômico” de 09/11/2009, trouxe matéria que relata em detalhes esta diferença brutal de valor de salários entre os trabalhadores de empresas privadas, com o valor do salário pago pelo Estado (ou melhor, por nós),  aos seus servidores.  É de pasmar. Registram  os dados deste estudo que o Estado paga o dobro  (100 %  mais),  do salário do setor privado para seus funcionários públicos.  Se formos ainda cotejar  o valor das aposentadorias  dos servidores públicos e das estatais, com os miseráveis dos aposentados do INSS,  aí então a coisa piora muito mais e envergonha qualquer mortal. É uma agressão absurda e inaceitável, notadamente com o arrocho que o PT do Lula está fazendo.

Fica o registro desta triste nota.  É necessário que se institua urgente a lei do  “Regime Civilista”, que não discrima os trabalhadores em níveis tão diferentes de salários, pois neste regime, todos ganharão os mesmos níveis de salários, para funções  semelhantes, quer seja de empresas privadas ou do Estado, pois não existe diferença de função e eficiência entre uma recepcionista de uma Estatal com a recepcionista  de uma empresa privada.  Então prque uma ganha o doro da outra ?

Fonte/Imagem:

APAGÃO DO FHC E DO LULA

Apagão é apagão, e pertence somente a quem está no poder no momento do apagão. Ontem foi apagão do FHC do PSDB, hoje é apagão do LULA do PT.   Lendo o “Estadão”,  destaco o seguinte:  1-“Conta de luz sobe e qualidade cai ao pior nível desde a privatização”.   Nesta escala estão a CEMIG de Minas Gerais,  a CELPA do Pará e a campeã (eterna) a LIGHT do Rio de Janeiro, já em fase de caos.    2- “País tem um mini apagão a cada tres dias”.  3- Ontem,  sábado aqui em Curitiba, tivemos um apagão no Ahú, por uma ou duas horas.   Com a palavra o presidente da Itaipú Binacional, o Sr. Jorge Samek, e  também o governador Requião, chefe da COPEL.

O professor Ildo Sauer, da USP, disse ao “Estadão”  que:  “Temos as contas de luz mais caras do mundo e uma péssima qualidade de energia”.  Confesso que pensava ao contrário, talvez devido as propagandas ufanistas da mídia oficial da COPEL e do Governo Lula.

Fonte/Imagem:

VIAGEM AO NORTE DO PARANÁ.

Estive no Norte do Paraná, visitando as cidades de Londrina, Cambé e Apucarana, onde fomos bem recebidos por esse povo politizado e acolhedor. Conversamos com diversas lideranças da Região dos movimentos populares como companheiro Celso, o Marcos Cruz do Conselho de Cultura da Região Sul de Londrina, a Maria de Jesus Paulino, no “calçadão” encontramos o polêmico Jacó,   do jornal “O Berro”, ainda contato com os vereadores Jairo Tamura e seu assessor o amigo Hélio, os vereadores Amauri Cardoso e Paulo Arildo, e inclusive recebemos a agradável  visita do dep. amigo Hauly, todos  em Londrina.  Em Apucarana tivemos o prazer de conhecer o ex-prefeito Mirão, pessoa inteligente que conhece a política na teoria e na prática.  Adorei Cambé, povo afável e acolhedor. É uma beleza viajar por lá, região que produz  a riqueza  de nosso Estado,  a perder de vista nos seus campos sem fim na beira da estrada. Obrigado a este povo acolhedor.

Há mais de 20 anos foi elaborado na SUDESUL, um pré-projeto de instalação de um METRÔ DE SUPERFÍCIE ligando LONDRINA – APUCARANA – MARINGÁ, quando era Superintendente o competente arquiteto AYRTON LOLÔ CORNELSEN, “Lolo Cornelsen”,  que foi assessor do presidente Juscelino Kubitschek. Porém os os lobyes do poderoso cartel do transporte rodoviário de cargas e de passageiros do norte do Paraná, fizeram forte pressão política em Curitiba contra este grande benefício ao povo do Norte do Paraná, a ponto de fecharem a SUDESUL-Superintendência do Desenvolvimento do Sul. O povo do Norte do Paraná sequer soube desta rasteira.

O metrô eletrificado teria estações nas cidades de: Londrina, Cambé, Rolândia, Arapongas, Apucarana, Cambira, Jandaia do Sul, Mandaguari, Marialva e Maringá, beneficiando também as cidades mais próximas. Seria espetacular este metrô no barateamento das tarifas de fretes de transporte de passageiros e de cargas. 

Total da população beneficiada: 1 milhão e 300 mil habitantes diretos.

– Seriam construídas duas linhas (vai e vem), uma de cada lado da atual linha da estrada de ferro existente, o que baixaria o custo da construção. A atual linha ficaria só para cargas.

– Seriam utilizadas cancelas eletrônicas automatizadas com cerca de alambrado ao longo da linha.

– Em todo o percurso, seriam  construídas ciclovias.

– O custo da tarifa de passageiros atualizada é de R$ 4,00

 

Recebi hoje cedo um e-mail do dep. Ratinho Junior (PSC), no qual ele lamenta o “erro” do governo Federal, que EU DIGO QUE É “EQUÍVOCO ASSUMIDO” do Lula, da Dilma e do Min. Paulo Bernardo, que simplesmente deletaram a verba para construção do metrô de Curitiba, numa só penada. A ministra Dilma, (mãe do PAC), foi quem comunicou a notícia-boicote ao metrô, pois o Paulo Bernardo teria que ser preservado nessa ingrata missão no Paraná. A verdade é que a cúpula do PT do Paraná nunca viu com bons olhos a construção do metrô de Curitiba, devido a dois fatos principais.

                O primeiro. O prefeito de Curitiba é o Beto Richa do PSDB e o metrô mesmo em construção encheria a bola do Beto em 2010 e do Serra, que é adversário da Dilma.

                O segundo. Eu e o dep. Ratinho Junior, praticamente obrigamos, por pressão política na Câmara Federal, que o IPPUC desengavetasse o pré-projeto de construção do metrô em Curitiba, que estava em processo de BOICOTE POR NOVE ANOS. O prefeito Beto, que não foi burro, aceitou o jogo e determinou que o então presidente do IPPUC, Canto Neto, que continuasse com o projeto. Assim foi feito, embora sempre surgissem pontas dos altos interesses econômicos contra a construção do metrô de Curitiba. O projeto de construção está praticamente pronto. Só faltou boa vontade.

                Dia 30/10/09 sexta-feira, eu estava distribuindo um jornal no Centro Cívico, em Curitiba, que está editado neste blog, (vide “campanha do metrô”), quando entreguei alguns exemplares para altos funcionário da Prefeitura de Curitiba, quando então responderam: “O metrô de Curitiba? Há, já está resolvido, o Beto já está construindo”. Respondi que não era bem assim, pois forças poderosas  poderiam se aliar contra o metrô, que são alguns “políticos” do Paraná em Brasília, que por motivos políticos são contrários ao metrô, somados com o lobby do sindicato do transporte coletivo que poderiam ainda boicotar o processo de autorização do financiamento para a sua construção, e não deu outra. No dia seguinte veio a manchete de água gelada no jornal, Gazeta do Povo, na cara dos curitibanos: “DILMA NEGA VERBA PARA O METRÔ DE CURITIBA”. Foi na cara dura e no autoritarismo, sem dar satisfação a bancada de deputados federais do Paraná. Foi decisão de interesse centralizado e costumeiro.

                Uma pergunta para o PT, ao Lula, a Dilma e ao Paulo Bernardo. Este boicote na cara dura assim, é vingança política contra o Beto Richa do PSDB ? É garrote no crescimento político do dep. Ratinho Junior? É discriminação contra minha pessoa que tanto tem lutado pela implantação do metrô em Curitiba? É ciumeira política? É vingança com desprezo ao eleitor curitibano?

                Alguma coisa tem que ser feita. Falta de grana ? Ora a Prefeitura de Curitiba tem compromisso do Banco Mundial em financiar esta construção, pois eles estão preocupados com a questão do transporte coletivo por ônibus que está um caos no Brasil e aqui em Curitiba. Veja aí em Brasília, Sra. Dilma, no Ministério do Trabalho, tem um estudo que revela que o trabalhador brasileiro gasta em média 24 % do seu salário em tarifa de transporte coletivo. É demais ministra. Imagine a Sra. gastando 24 % do seu salário para ir até o Palácio do Planalto.  Quanto a Sra. gastaria ? Não me fale em custo de tarifa para o trabalhador. Isto tem que ser subsidiado, pois transporte para o trabalho é ferramenta da produção no País.

                Porque para as outras capitais do País tem verba para construir metrô? Porque o Rio de Janeiro tem verba de todo o tipo? Seria por que lá vocês vão fazer muitos votos? A coisa é na base do TOMA LÁ DÁ CÁ? Vamos continuar com este atraso no processo democrático “deste país” ? Até quando? Até quando?

PAULO PIMENTEL DÁ O TROCO AO REQUIÃO

Hoje  cedo no Jornal a Massa, Tv do amigo Ratinho, o Sr. Paulo Pimentel, deu um troco gigante nas acusações do Requião, estilo moeda de Itú,. Alegou  Paulo, que o Requião é um mentiroso,  é malandro e desceu o porrete no Requião.  Pimentel disse que estas acusações do Requião foram investigadas pelo PolíciaFederal,  que nada encontrou e  por isto arquivou o caso. Pimentel ficou fulo da vida com o Requião. 

O que fica de saldo neste entrevero, ainda é o caso do Porto de Antonina,  Ponta do Felix, que até agora o Requião não explicou direito, quando sobrou suspeita contra seu irmão Eduardo, que, quando mandão no Porto de Paranaguá, fez uma Portaria,  impedindo que o porto da Ponta do Felix, funcionasse, o que desvalorizou as ações da Fundação Copel.  O que fica de saldo negativo ao Requião, é a pergunta: “Requião, afinal foi teu irmão o  Eduardo,  o culpado pela desvalorização das ações da Fundação Copel,  no Porto da Ponta do Felix, ou não foi ?  Como é que fica esta  história agora ?  A bola foi devolvida a voce Requião, vai chutar de volta,  ou vai guardá-la  ? 

Fonte/Imagem:http://www.fabiocampana.com.br/