Archive for 1 de Maio, 2010

“TAXA SELIC” DE 0,1 %

Não quero explicação de nenhum economista, de nenhum gurú das finanças no estilo do Delfin Neto e muito menos de algum alquimista da economia.  Só quero entender, porque é que NO JAPÃO A TAXA  “SELIC DE JUROS” DO BANCO  CENTRAL DO  GOVERNO JAPONES,   É  DE   TÃO  SOMENTE 0,1 %  (ZERO VÍRGULA) UM POR CENTO  AO  ANO.      SIM ,  EU  DISSE  “ZERO VÍRGULA UM POR CENTO” ! (A informação é da “Paraná on line ” de hoje). Vejam que  esta  taxa “selic”,  japonesa,  está nesse patamar de 0, 1 % desde 2008, a quase dois anos !    QUE RAIOS DE DIFERENÇA  “MILAGROSA” EXISTE ENTRE NOSSA ECONOMIA E A DOS JAPONESES, PARA QUE A NOSSA TAXA SELIC ESTEJA EM MAIS DE 9 % AO ANO ? SERÁ QUE TEM UMA GRANDE  ” JOGADA”  ATRÁS  DESSE CASSINO  VIRTUAL  BRASILEIRO ? SERÁ QUE NOSSO DÉFICIT DE CAIXA,  NO TESOURO  NACIONAL DO LULA,  CALCULADO EM MAIS DE  R$ UM  TRILHÃO E  QUATROCENTOS  BILHÕES DE REAIS,  ESTÁ  INFLUENCIANDO  NESTE  “CASSINO” DO BANCO CENTRAL DO MEIRELES ?

REUNIÃO NA COLÔNIA CONTENDA S.J.PINHAIS

Nesta última sexta feira estive reunido com moradores da Colônia Contenda no município de São José do Pinhais.  Pessoas simples,  que levam uma vida tranquila de interior.  Na ocasião encontrei com  um colega de Prefeitura (de Curitiba), o Sr. José Joaquim de Freitas, que está lá  aposentado e numa boa.  Juntos na reunião a Denise, a Isa (assessora do vereador Feneme)  e o Helio, presidente do PMN  Aí vão as fotos da reunião.

  

   

José Joaquim de Freitas e Lineu                        Helio e Lineu

URUBÚ DE BAIXO … , ” Ó ” NO DE CIMA

Diz o ditado popular que quando a pessoa está com azar, “o urubú de baixo c….no de cima.”   O Beto Richa Richa , candidato ao governo do Paraná pelo PSDB,  vinha embalado na sua pré-campanha (ou mehor), campanha aberta ao governo do  Paraná.   Teve o azar de ver indeferido seu pedido de arquivo no processo do caso “comitê solidariedade”,  no TRE do Paraná.  Hoje, na Boca Maldita,  correu um papo de que os adversários do Beto Richa, poderão fazer um movimento nas ruas de Curitiba, para embalar este azar do Beto Richa.   “É o urubú de baixo….  c…..no de cima”  

SINAL AMARELO (DE ATENÇÃO) NO GOVERNO DO PESSUTI

Na Boca Maldita, hoje, outro assunto comentado foi o anúncio do Governo Pessuti em reduzir o pedágio em 30 %.  Muitas críticas contra este  tratamento que o governador está dando neste  “acordo”  com as empresas do pedágio.  Motivos ?   Acham que está havendo um “acordo político”  atrás destas negociações, que começou pela indicação do secretário de transportes, passando  pelo valor do desconto DE TRINTA POR  CENTO, que é considerado “mixuruca”,  se comparado  com o  mega  “over-price” (abuso nos preços) existente nas tarifas do pedágio no Paraná.  O pedágio federal (BR  376) Curitiba a Joinvile, é de uns R$ 2,00.  Já  o pedágio de Curitiba a Paranaguá, é de mais de R$ 12,00  .  ASSIM,   O  DESCONTO  DE  30 %  NADA  SIGNIFICA AO SER COMPARADO COM O BRUTAL   “OVER-PRICE” EXISTENTE,   POIS A  DIFERENÇA CONTINUARIA EM  MAIS DE 300 %. O QUE ERA CARÍSSIMO, CONTINUARIA MUITO CARO.  O   MAIS GRAVE AINDA FOI O PAPO DE  QUE NESSE “ACORDO”, OS EMPRESÁRIOS  EXIGEM  UMA PRORROGAÇÃO DOS CONTRATOS  POR MAIS  10  (DEZ), OU 25 (VINTE E CINCO) ANOS, O QUE SERIA INACEITÁVEL PARA PARA OS MOTORISTAS AUTÔNOMOS E TRANSPORTADORAS E INCLUSIVE OS MOVIMENTOS “CONTRA-PEDÁGIO”.  Sugestão ao governador Pessuti:  “O assunto  pedágios do Paraná, é um vespeiro que não pode ser decidido a quatro paredes com portas fechadas. Qualquer decisão sobre este  tema PEDÁGIO, DEVE SER LEVADO A UMA DISCUSSÃO COM A SOCIEDADE, REALMENTE DEMOCRÁTICA E TRANSPARENTE,  ANTES DE SE TOMAR QUALQUER DECISÃO DEFINITIVA  DE LONGA  PRORROGAÇÃO  DESTE  TORMENTO,  POIS,  CASO CONTRÁRIO,   O GOVERNADOR PESSUTI VAI ENFRENTAR PROBLEMAS  DIVERSOS NESTE ACORDO. “ Acrescente-se aí o “efeito Requião”, este que tem chiliques e urticária só de ouvir falar em pedágio.  Pelo menos TINHA, OU  TEVE.

CALÇADAS DE CURITIBA

Não passa um dia sem que os curitibanos liguem para as emissoras de rádio e reclamem dos buracos que infernizam a vida de todos. Alguns buracos, por falta de “obturação” já se transformaram em crateras.  Passando pela rua Colombo  esquina com a rua Manoel Eufrásio  no bairro do Ahú, saquei esta foto de uma das crateras em plena calçada.  O prefeito Luciano precisa ser mais ágil no atendimento do povão.  A desculpa da chuva já está cansando os ouvidos dos curitibanos.

FOFOCAS DA BOCA MALDITA DE CURITIBA

Hoje, neste feriado de primeiro de maio, a Boca estava bombando de gente e de assuntos polêmicos. A fofoca geral era sobre a denúncia  eleitoral , aceita pelo TRE- Tribunal Regional  Eleitoral, contra o ex-prefeito Beto Richa,  e a possibilidade  dele ficar inelegível por três anos, em face do escândalo de caixa 2 no “comitê solidariedade” na sua última campanha.  A  conclusão  foi uma só e unânime:  A  SUCESSÃO  AO GOVERNO  NO  ESTADO DO  PARANÁ, EMBOLOU, VIROU UM ANGÚ DE CAROÇO TOTAL.  Motivos:  O candidato Osmar Dias (PDT), que dizem,  já teria desistido de sair candidato, volta a cena, com força, embalado pelo perdão da multa contra o Paraná (caso Banestado).  O Pessuti  (PMDB) que estava tranquilo  com a sua candidatura,  passa a coçar a cabeça com as notícias de que o Requião, como “o  mandão”,   do PMDB, não dará legenda ao Pessuti.  O senador Alvaro Dias (PSDB), que já tinha desistido de sua candidatura, já sorri, na possibilidade de que o Beto Richa (PSDB) seja cassado.  Está aí a análise correta da Boca Maldita, que conluiu que neste momento a sucessão ao governo do Paraná, volta a estaca zero.    Certo mesmo, só existem hoje dois PRÉ-candidatos, ao goveno do Paraná, o  Paulo Salamuni do PV e o titular deste blog,  Lineu  Tomass pelo PMN.