Archive for 5 de Maio, 2010

DOR DE CABEÇA NA TV COMUNITÁRIA

Está divulgado no PARANÁ-ON LINE, pelo colunista Pierpaolo, que registra na sua coluna, UM DESVIO DE R$ 400.000,00 (QUATROCENTOS MIL REAIS), praticado  (praticado é boa),  pelo cooordenador  da CWB   Sr. RC. Uma reunião  no próximo sábado pretende  dar  analgésico forte para acabar com esta dor de cabeça  da  TV Comunitária  CWB.

LULA PROTEGE BANQUEIROS E DÁ CACETE NOS APOSENTADOS

Recado ao presidente LULA   e ao ministro MANTEGA:      ”  Porque  vocês  escolheram logo OS  VELHINHOS  APOSENTADOS  COMO  VÍTIMAS  DO   “DESEQUILÍBRIO  DAS  CONTAS  PÚBLICAS ” ?   Vocês  não ouviram notícia de ontem de que os bancos no Brasil ganham  LUCROS  BILIONÁRIOS EM SEUS BALANÇOS TRIMESTRAIS ?    GANHOS  ESTES QUE  O SR. LULA,  E SEU MINISTRO   MANTEGA  APROVAM COM O MEIRELES, NAS REUNIÕES DO COPON ?   Porque vocês  não   empurram  para  os  banqueiros  o  “desequilíbrio das contas  públicas ” ?  Porque  vocês  empurram  este  “pepino”  SÓ  PARA OS APOSENTADOS ?  Só porque eles  são  fraquinhos  ! ? …  Que vergonha …  judiar de velhinhos !   Será que é porque  eles não  “colaboram”   com grana para campanha  politica, como  fazem os ricos banqueiros ?  Afinal  Lula, o Senhor  terá coragem  suficiente  para  VETAR O AUMENTO DE  7,7 %  DOS APOSENTADOS ?  Esta  eu  quero  assistir.    “

LULA USA APOSENTADO P/ “EQUILIBRAR CONTAS PÚBLICAS”

Ouvi agora cedo, o vice-lider da bancada do Lula do PT, o dep. federal Ricardo Barros, afirmar que o Lula vai vetar o  “BAITA AUMENTO  DE 7,7 % (SETE  VÍRGULA SETE) POR CENTO, concedido aos aposentados pela Câmara Federal. Barros justificou o possível veto, afirmando:  “O PRESIDENTE  É  RESPONSÁVEL  PELO  EQUIILÍBRIO  DAS  CONTAS  PÚBLICAS E  POR ISTO  VAI VETAR  ESTE AUMENTO”. Ora deputado Barros, esta afirmação CONDENA  O LULA,  (e seus defensores), NA OPÍNIÃO  PÚBLICA, POR  TER  ESCOLHIDO OS VELHINHOS APOSENTADOS COMO   “BODE  EXPIATÓRIO”  DO EQUILÍBRIO DAS CONTAS PÚBLICAS.  Segundo o senador Paulo Pain, DO  PT  DO LULA, O  INSS  NÃO  TEM  DÉFICIT,  E  TEM  SUPERÁVIT, portanto  este veto vai CARACTERIZAR  PERSEGUIÇÃO  A  UM A  CLASSE   ENFRAQUECIDA  PELA PRÓPRIA  IDADE,  SEM FORÇA DE REAÇÃO MAIOR.  É  UMA  VERGONHA  TAL  ATITUDE. Porque o Lula não escolhe outro segmento das contas a pagar do Governo Federal  como  vítima deste  “desequilíbrio da contas públicas” ? Porque ele não baixa os  MEGA-JUROS QUE PAGA AOS TRILIONÁRIOS BANQUEIROS DO PAÍS ?  Porque ele não demite metade dos 20  ou 40 MIL CARGOS  DE CONFIANÇA  DA TURMA DO PT QUE ELE NOMEOU ?   Porque  o LULA não  veta  remessa de dinheiro nosso  ao Haiti ?  Para  a África  (onde perdoou  dívidas),  para  O  Hugo Chaves da Venezuela, onde  nossa grana  finaciou  “casas  populares”  ? Desculpe dep. Barros mas  esta  desculpa esfarrapada vai pegar mal a todos  que a defenderem,  pois  existem dezenas e dezenas de opções  menos  traumáticas de escolha de “equilíbrio das contas  públicas” , do que OS VELHINHOS APOSENTADOS QUE,  NESSA  POLÍTICA  ARROCHA-APOSENTADOS, NÃO DEVEM SERVIR  DE   BUCHA  PARA  TAPAR  FUROS  DE “EQUILÍBRIO”  DE CONTAS  DO LULA  DO PT,  DO  PARTIDO  DO  “TRABALHADOR” . Obs: Lula gastou EM  PROPAGANDA,  de 2003 a 2009   R$  7,7 BILHÕES DE REAIS. Dá mais de R$ 1 bilhão p/ ano.

BOMBA! CONTRATOS DO PEDÁGIO ESTÃO SEM RESPALDO LEGAL ?

Recebi hoje um resumo do departamento jurídico do FORUM POPULAR CONTRA O PEDÁGIO, em cujo documento destaco seus principais pontos: 1-EM  SETEMBRO DE 1998, Jaime Lerner (governador),   reduziu  em 50 % as tarifas do pedágio de modo unilateral, para não perder as eleições.    2 – EM  JANEIRO  DE 1999,    após Lerner ter  ganho a eleição, as empresas do pedágio  (esperaram 4 meses, p/ ajudar Lerner),   ingressaram com uma  AÇÃO  DE  QUEBRA  DO EQUILÍBRIO  CONTRATUAL,  contra  esta redução imposta por Jaime  Lerner de 50 % por cento,  cuja ação teve diversas decisões,  inclusive com o destaque de que as entidades respeitadas;  FAEP,  SETCEPAR e  OCEPAR,  ingressaram nos autos como terceiros interessados,  atuando a  favor da manutenção  do  desconto de  50 %.    3 – EM  SETEMBRO DE  2003,   o Ministério Público Federal conseguiu  ANULAÇÃO  DO PROCESSO DESDE SEU INÍCIO,   JUNTO AO  TRIBUNAL  REGIONAL  FEDERAL, (em Porto Alegre),   POR  NÃO  TER PARTICIPADO  E ATUADO NOS AUTOS.   4 EM  SEGUIDA O  PROCESSO FOI  ARQUIVADO,  PASMEM,  DEVIDO QUE O ESTADO DO PARANÁ  (GESTÃO REQUIÃO- PMDB)  E  A  PROCURADORIA  GERAL  DO ESTADO, NÃO TEREM  SE PRONUNCIADO   (falta de interesse  das  partes ?),  NESTA  FASE  FINAL NO PROCESSO.   PORQUE  ISTO ACONTECEU  ?  COM  A  RESPOSTA,   O EX-GOVERNADOR REQUIÃO.  QUANTO  A PROCURADORIA, FALEI COM O EX-PROCURADOR-GERAL, DR. MARES, O QUAL PEDIU-ME DETALHES DO PROCESSO,  O QUE FAREI VIA EMAIL.  NEM  MESMO  AS ENTIDADES  INTERESSADAS NO PROCESSO,  SE PRONUNCIARAM NOS AUTOS.  RAIOS !  O QUE  ACONTECEU GENTE ?  QUE  PASMACEIRA  É  ESTA ?  QUE  INTERESSES  NEBULOSOS  ESTIVERAM  NO FUNDO DO BAÚ?    PARA ONDE FOI  ESTE  PROCESSO ?   “MORRO  E  NÃO  VEJO  TUDO  ” !  

CONCLUSÕES DO DEPARTAMENTO JURÍDICO DO FORUM POPULAR CONTRA O PEDÁGIO:  1-  Não há nenhuma liminar ou sentença que favoreça as concessionárias.   2 – Sendo NULA  A  AÇÃO, em que as concessionárias pediam a nulidade do termo aditivo de Lerner  –  que  baixou  em  50 % as tarifas  –  significa que, A TUTELA QUE RESTAUROU OS PREÇOS ,  TAMBÉM  SE TORNOU  SEM  EFEITO .   3 –  Logo, hoje ainda VIGORA  O  TERMO  ADITIVO  DO  GOVERNADOR  JAIME  LERNER,  QUE  BAIXOU  EM  50 % POR CENTO  OS PREÇOS DO  PEDÁGIO.  O  que se estranha e muito, é  que os  preços praticados  hoje  pelas concessionárias, incluem os  50 % por cento , QUE EM REALIDADE  ESTÃO  NULOS  JURIDICAMENTE.  Agora,  com  a palavra  o ex-governador  REQUIÃO,  o atual governador  PESSUTI,  o ex-procurador geral do Estado, Dr. MARES,  e o secretário de Transportes  MARIO  STAMM.  Mesmo com este embróglio  jurídico vão  dar sequência a mais  um  novo  “acordo”  ?   Terá ele validade  ?  Será passível de ação anulatória na Justiça ?  E este fato novo da ação de responsabilização criminal proposta pelo ” Forum Pop. Contra o Pedágio”, como fica ?