Archive for 8 de Junho, 2010

NÃO TEM SAÍDA ? MISTURE AS ESTAÇÕES

A  melhor tática  na política, quando ocorre om  “bafafá”,  um  “quem foi, quem não foi”, igual ao dos “aloprados do PT” de São Paulo, e  a  melhor saída é o clássico,  “MISTURAR  ESTAÇÕES “,  expressão usada para confundir quem houve uma notícia bomba  em rádio.  Ou seja, é só voce colocar uma estação de rádio perto da outra, você se confunde e  a não entende nem uma, e nem a  outra.  A mistura dos sons, te deixa maluco .   Esta tática,   está sendo usada agora pelo assessor da Dilma, o jornalista LANZETTA, que estava encarregado de montar um dossiê contra o candidato José Serra.  Agora ele dá uma de “bom menino”, bate no peito, e está alegando que ele é que foi “convidado” para montar o dossiê Serra, pelo  ex-delegado da Polícia Federal, e pelo  ex-sargento da Aeronáutica (araponga), de codinome “Dadá” (Dadá, confusão,rolo), .  As taticas são essas.  Fogo contra fogo.  Mistura de estações. Acusação contra acusação. etc. O povão ? Fica sem  entender  nada,  e o tempo vai apagando  os rastros deixados pela bandidagem. Quem perde ? O povão atônito que ficam sem saber em quem acreditar, pois  MISTURARAM AS ESTAÇÕES.    

Anúncios

LULA COLOCOU BREQUE NA SUCESSÃO DO PARANÁ

Um passarinho me contou que a guerra da sucessão no Paraná, está suspensa por “ordens” do Lula.  A queda de braço  entre o a Gleisi  (PT) de insistir na candidatura ao Senado, e a teimosia do Osmar Dias (PDT) em insistir  que ela saia de vice dele, com a soma  da teimosia do governador Pessuti (PMDB), que não desiste de sua candidatura ao governo,  tudo isso levou o Lula a pedir um tempo para essa turma, e joga no tempo para ver se une a sua base no Paraná.  Com esse pedido, Lula jogou as decisões  dos  “teimosos” para o fim de junho, e neste prazo vai com certeza “negociar”  com os interesses de cada um deles, tudo para fazer o “palancão”  para a  Dilma no Paraná.  Isto é que ser um bom cabo eleitoral. Todos os  “teimosos”  ficam em compasso de espera da  “negociações”.  

SINDICALISMO CHAPA BRANCA

O sindicalismo no país, não funciona sem apoio dos cofres públicos e da contribuição forçada  dos trabalhadores. A revista  Veja (9-6-2010), está denunciando nesta semana a CUT, a FORÇA SINDICAL, a CTB, a GTB e a NOVA CENTRAL, por terem gasto  R$ 800 mil reais num festão no Pacaembú (SP), para demonstrarem apoio político para a candidata Dilma do PT.   Para demonstrar o “amor”  à Dilma do PT, deram boas  cacetadas no Serra do  PSDB,.  Resultado. Agora o PSDB e o DEM,  (que foram alvos diretos dos sindicalistas  chapa branca), dizem, vão dar o troco,  com ações na justiça,  contra estes sindicatos, pela  gastança pró-Dilma, com a grana do povão.

O “BIBINHO” DO SARNEY É CANDIDATO

A diferença do escândalo da Assembléia Legislativa do Paraná, com o escândalo do Senado Federal, reside somente no fato de que o escândalo do Senado, comandado pelo Sarney, teve a blindagem do Lula.  Já no Paraná, o escândalo da Assembléia, não teve nenhum “Lula” para abafar as denúncias.  Outra diferença. O “Bibinho”, tido como o operador dos escândalos no Paraná, está preso, e não é candidato a cargo político nenhum.   Já o famigerado afilhado do Sarney, o tal de Agaciel Maia, (ex-dactilógrafo),  e esperto operador dos escândalos do Sarney no Senado, está livre,  não perdeu o emprego,  está alegre e solto, e de “nhapa” ainda, pasmem,  é candidato a deputado Distrital de Brasília pelo PTC – Partido Trabalhista Cristão, cuja direção nacional não se importa se a ficha dele é suja ou limpa. Agaciel já está em campnha, pintando muros em Brasília, com seu site “www.agacielmaia.com”.  Êta Brasil danado ! Haja engow  ! (Fonte revista Veja 9-6-22010).

O SONHO DO TERMINAL DE ÁCOOL DE PARANAGUÁ

Quando a paixão, aropela a razão na administração pública, joga-se dinheiro do povão pela janela.   Um exemplo disto foi a construção do “Terminal de Álcool” no Porto de Paranaguá.  O atropelo trombou com a razão. O dito Teminal está pronto desde 2007 e até agora,  não deu nehum resultado econômico.  Só despesas. Consumiram alí R$ 20 milhões do povão do Paraná.  Diversos foram os erros a começar pela existência 40 famílias que  moram ao redor do Terminal.

A atual área  do  Porto de Paranaguá, definiivamente,  não tem mais para onde crescer. A única solução para a expansão portuária do Paraná, é a construção de um novo porto, no município de Paranguá, FORA E DISTANTE DA CIDADE, NA ILHA RASA DO COTINGA, E SEM NEHUM RISCO PARA A POPULAÇÃO URBANA DE PARANAGUÁ, tal qual estamos propondo, com base no pré-projeto do PORTO ATLÂNTICO SUL”, dos arquitetos Lolô Cornelsen e José Coelho.  Quando o administrador público, coloca a emoção” e “outros interesses” ,  acima da razão, dá nisso, nesse “Terminal” que ainda não terminou.