Archive for 4 de Novembro, 2010

FALA BOCA MALDITA

Na terrível Boca Maldita de Curitiba, nada ou raríssimos fatos importantes da Capital passam fora do micro crivo da Boca.   Prestem aenção nesta que me contaram lá.   Um conhecido mano de um dos mais importantes cardeais da política das araucárias, teria se mandado do país numa sorrateira madrugada bem planejada, ocasião em que levou TUDO o que tinha em seu apartamento  de alto luxo.  O distinto cavalheiro esteve nas manchetes nos últimos meses.  Será que o gajo se mandou para outro país ?  Para onde foi a peça rara ?  Um curioso  adversário do gajo soube do planejamento desta escapada e se preparou para tirar uma foto do espetáculo, mas chegou atrasado ao evento, que nestes casos são  muito comuns  em fim de governos.   Curitiba toda sabe de um fato inusitado de um alto funcionário do governo do Paraná, que chegou ao cúmulo de levar para sua casa um piano de cauda do nosso mais famoso teatro, antes que o governador José Richa tomasse posse.   Este famoso ex-funcionário foi o campeão de garfeamento de bem público em volume,  e não em valor.  Quanto ao nosso “madrugueiro”, pode ser que a mídia noticie algo, se o gajo de fato foi mesmo para o exterior,  na procura de  outras plagas  para desfrutar o que foi sempre foi o sonho de sua vida,   o de ser   dono de  uma baita e bela quantia de grana . Vamos conferir a dica.

Anúncios

FALA BOCA MALDITA

Dei um giro pela Boca Maldita neste feriadão e lá fui informado de dois fatos inéditos de arrepiar os cabelos,  que ainda não sairam na nossa mídia  ( mas que poderão sair), já que eles ainda estão em fase de gestação.   Vejam, são fatos graves:

1-Dizem na Boca que tem uma especialista em projetos e programas de marketing, que atua também junto com um dos grandes times de futebol da Capital, cuja dama está preparando um “over price” de mais ou menos uns R$ 500 mil reais , em cima dos dados do projeto de divulgação da Copa de Mundo em Curitiba.  Dizem que do total da grana do projeto de R$ 4 milhões,  vai sobrar  esta grana extra da qual participam inclusive  conhecidos políticos do Paraná.

2- ALERTA  OAB/PR.  Nesta eu não acreditei.  Em todo o caso, pelo sim ou pelo não,  faço o registro de modo discreto e reservado, como um alerta.  Dizem lá na Boca, que sabe de tudo o que acontece nos bastidores e covis mais reservados, que tem um baita de um figurão da política do Paraná, pressionando líderes da OAB/PR, para facilitar um registro de exame.  O gajo precisa da “carteirinha” de advogado para ocupar um baita cargo público de boa grana mensal.  Disseram que um grande escritório de advocacia está respaldando o gajo que precisa de uma forcinha ou  de um  belo empurrão no exame,  que reprova em média 70 % dos candidatos ao título de advogado.  Nesta informação não acreditei, pois tenho certeza que o atual presidente da OAB/PR, o austero colega Glomb, jamais vai permitir de “tais coisas” aconteçam em nossa OAB/PR.