CRISE NOVA NO VELHO PORTO DE PARANAGUÁ

Ouvi agora na CBN uma entrevista com uma camioneira, denunciando que a fila de caminhões para descarga de soja, está quase chegando em Curitiba.  A espera para descarga é de CINCO  DIAS, o que torna a vida dos camioneiros um verdadeiro inferno.  Ela acha que a situação deve se agravar, POIS  A  SAFRA  ESTÁ  NO COMEÇO,  E  NO PICO DA COLHEITA, VAI  PIORAR  O  TORMENTO.

UM  PEPINO PARA O BETO RICHA. O govenador  Beto tem que dar uma solução, mesmo que improvisada nesta crise do Porto, QUE  SE REPETE  ANO A ANO, apesar das “discursseiras contrárias de propaganda enganosa”, feita nos últimos vinte anos pelos ex-governadores do Paraná,  cujo  Estado se orgulha em ser o maior produtor de grãos do país, e se envergonha nesta hora, pois  não possui   RODOVIAS,   FERROVIAS  E  PRINCIPALMENTE  NÃO TEM   UM  PORTO MODERNO, A ALTURA  DA SUA PRODUÇÃO AGRÍCOLA.

RESULTADO DA AUTOFAGIA DE NOSSOS POLÍTICOS. Os CINCO portos de Santa Catarina, já estão recebendo cargas da produção do Paraná. Alí, perto de Paranaguá, empresários do Paraná  constroem o Porto de Itapoá, para 300 mil containeres por ano.  Que beleza heim ?

O  PARANÁ  PRECISA DE UM NOVO PORTO. Há mais de vinte anos, estava no  comando da  SUDESUL,  o engenheiro respeitado, LOLÔ  CORNELSEN, o qual na ocasião fez um projeo, acabado, com financiameno internacional, para a construção de um novo porto em Paranaguá, na Ilha Rasa da Cotinga, com capacidade de aportagem para VINTE E SEIS NAVIOS.  No governo Ney Braga, a SUDESUL   foi fechada, o Lolô foi para a rua,  e o projeto só não para o lixo,  prque o Lolô guardou-o .  ESTAS  LIDERANÇA AUTOFÁGICAS  DO PARANÁ,  ESTÃO MANDANDO ATÉ HOJE, E DÁ NO QUE DÁ,  a cada safra,  nestas porcarias de resultados, vergonhosos,  “chinfrins”, onde   pululam políticos carreiristas,  sem visão de um estadista,  que só enxergam o seu umbigo, e emperram o futuro do Paraná.

Anúncios

11 responses to this post.

  1. Posted by Marcus V. Braga Alves on Março 5, 2011 at 5:52 am

    Dr. Lineu,o senhor continua com essa história de que o Ney Braga fechou o Sudesul? Já lhe informei aqui mesmo que a cronologia dos fatos faz com que isso seja simplesmente impossível.

    Ney Braga foi governador entre 1979 e 1982. O sr. Lolô Cornelsen foi nomeado superintendente da SUDESUL em 1985. Naquele ano o governador era José Richa. E o Sudesul foi fechado em 1990 pelo governo Collor, do qual Ney Braga não participou.

    Cordialmente,

    Marcus V. Braga Alves

    Responder

    • Posted by lintomass on Março 5, 2011 at 1:50 pm

      CARO MARCUS.QUEM FORÇOU A DEMISSÃO DO LOLÔ E O FECHAMENTO DA SUDESUL, FOI O NEY BRAGA SIM, EMBORA COM O CARIMBO DO ENTÃO GOVERNADOR – JOSÉ  RICHA -, POIS O COMPROMISSO DESTE FECHAMENTO E DEMISSÃO FOI FEITO NO GOVERNO DO NEY.VOCÊ SABE QUE O JOSÉ RICHA, ERA UM “NEYSTA” DE CARTEIRINHA ?  O NEY FOI O MENTOR DA CARREIRA POLÍTICA DO RICHA, DESDE QUE o  “ELEGEU”  DEP. FEDERAL.O RICHA , QUANDO ESTUDANTE DE ODONTOLOGIA, TRABALHAVA NO PALÁCIO NA SUBCHEFIA DA CASA CIVIL DO NEY. NA ÉPOCA – NEY E RICHA OU RICHA E NEY – FORMAVAM O QUE SE CHAMA DE UMA DUPLA “CARNE E UNHA”.DETALHES : 1-  QUEM ME CONTOU QUE O ARTICULADOR DO FECHAMENTO DA SUDESUL E CONSEQUENTE DEMISSÃO DO LOLÔ,  FOI O PRÓPRIO  LOLÔ CORNELSEN, QUE  ALEGOU QUE, NA ÉPOCA DO NEY, SOFRIA PRESSÕES NA SUDESUL. 2 – O  LOLÔ  ERA,  E É CASADO COM UMA SOBRINHA DO MOISÉ S  LUPION,  FAMÍLIA  POLÍTICA CONTRÁRIA AOS “NEYSTAS”.  VOCÊ SABE DISTO.3-  ESTA AINDA NÃO RELATEI POR ESCRITO.  VAI PARA O LIVRO DA “BOCA”, POIS  AINDA NÃO DIVULGUEI,  SÓ CONTEI A ALGUNS AMIGOS NA BOCA MALDITA. MINHA PRIMEIRA ESPOSA, IEDA, FOI SOBRINHA DO JORNALISTA, DIVONEI MACHADO DE CAMPOS, (FALECIDO), O QUAL FOI CONFIDENTE DO NEY  BRAGA.  EU SEMPRE IA NA CASA DA MÃE DELE,  A   “VÓ   IDA”, E  UM MÊS ANTES DA ELEIÇÃO DO RICHA AO GOVERNO,  EM NOVEMBRO DE 1982,  FUI VISITAR A VÓ IDA, QUANDO ELA RELATOU QUE O DIVONEI ESTAVA MUITO PREOCUPADO, POIS O GRUPO DO NEY IA PERDER A ELEIÇÃO, E SEU ESPAÇO DE PODER NO ESTADO DO PR, IA POR ÁGUA ABAIXO.UMA SEMANA ANTES DA ELEIÇÃO, VOLTEI A CASA DA DA “VÓ IDA”, QUANDO ELA RELATOU QUE:  “O DIVONEI ESTAVA MAIS ALEGRA E MAIS CONTENTE”, E DISSE A VÓ, QUE O DIVONEI ESTEVE EM SUA CASA E DISSE-LHE QUE;   ” nada  ia  mudar,  tudo ia  ficar COMO ESTAVA NO GOVERNO DO pARANÁ”.Depois deste fato, estive no comando da campanha do PMDB, na sede do partido na Av. Vicente Machado, e descobri (via um informante no local), que o José Richa,  teve um encontro  SECRETO  com o Ney Braga, pelo que deduzi, que ambos fizeram alguns acertos, na preservação de espaços para o grupo “neysta”, O QUE EXPLICAVA O CONTETNTAMENTO DO DIVONEI, o que de fato de consumou na montagem do governo Richa, um reenconnro de velhos amigos da política do Paraná.Dos cargos de confiança, grande parte ficou com os “neystas-1 ” e outra parte parte ficou com os “neystas-2”, o grupo de Jaime Canet, de quem nosso grupo de Curitiba, era adersário.  Para o PMDB sobrou uns 20 ou 30 % dos espaços no Governo do Richa.  O PMDB de Curitiba, fortíssimo na época, FICOU A VER NAVIOS, pois grande parte (exceto eu e meu grupo),  eram da ala da esquerda do Alencar Furtado, que disputou a indicação ao governo contra o Richa, em conflito interno no PMDB da Capital do do PR.Esta é a história, com testemunho vivo de mihha parte. Então o Ney, não assinou a demissão do Lolô, e nem fechou a Sudesul, mas  foi o articulador de tudo isto, a bem da verdade .  O Ney gostava de aniquilar adversários.ATENCIOSAMENTE.LINEU  TOMASS, ( ESPERANDO ESTAR CONTRIBUINDO PARA A HISTÓRIA  DO PARANÁ).

      Em 05/03/2011 02:52, comment-reply@wordpress.com <

      Responder

      • Posted by Marcus V. Braga Alves on Março 5, 2011 at 3:30 pm

        Essa não merece nem resposta. Atacar sem provas uma pessoa falecida há mais de 10 anos é muito conveniente.

      • Posted by Marcus V. Braga Alves on Março 5, 2011 at 4:04 pm

        Mas somente para confirmar. Então quem demitiu o Lolô Cornelsen foi o ex-governador José Richa?

      • Posted by Marcus V. Braga Alves on Março 5, 2011 at 4:06 pm

        E para os registros, ficam as suas palavras que o Ney não assinou a demissão do Lolô e nem fechou a Sudesul. Grato.

  2. Posted by Marcus V. Braga Alves on Março 5, 2011 at 6:39 am

    No segundo governo Ney Braga, foi reativado o porto de Antonina e definido o traçado da Ferrovia da Soja (Fonte: História biográfica da República no Paraná, de David Carneiro e Túlio Vargas, 1994.).

    Responder

  3. Posted by Marcus V. Braga Alves on Março 5, 2011 at 6:43 am

    E interessante observar que o sr. Voldimir Mirão, ex-prefeito de Apucarana, testemunhou aqui mesmo no seu blog que o governador Ney Braga prestigiava projetos do Sudesul. Sobre o pré-projeto do Sudesul referente ao metrô de superfície ligando Londrina – Apucarana – Maringá, o ex-prefeito afirma:

    “O Professor Véspero Mendes abraçou e continuou o projeto no Governo Ney Braga, com a S.Planejamento, Famepar, Sudesul, etc e instalou o Escritório de Planejamento em Apucarana.” (Fonte: https://lintomass.wordpress.com/2009/11/25/1835/)

    O Professor Véspero Mendes foi Secretário de Planejamento no segundo governo Ney Braga.

    Responder

    • Posted by lintomass on Março 5, 2011 at 1:57 pm

      CARO MARCUS.Completando o que disse o Voldimir……..” e na prática, nada aconteceu “.  O escritório era para acarrear mais grana , só para projetos e estudos, COMO SE FAZ NORMALMENTE,  PARA  AUMENTAR  A RECEITA DE ESCITÓRIO DE CONSULTORIAS DE ARQUITETOS, AMIGOS DE POLÍTICOS, QUE OS AJUDAM EM CAMPANHAS, INCLUSIVE FINANCEIRAMENTE.   Ter-se-ia.  que IMPLEMENTAR O PROJETO  DE CONSTRUÇÃO, QUE ERA NA ÉPOCA,  UMA “BARBADA”.ATENCIOSAMENTE.LINEU TOMASS.

      Em 05/03/2011 03:43, comment-reply@wordpress.com <

      Responder

  4. Posted by Marcus V. Braga Alves on Março 5, 2011 at 3:24 pm

    Segue abaixo na íntegra o comentário do Sr. Voldimir Mirão:

    “Olá caro Lineu!
    Ótimo conhecê-lo aqui em Apucarana!
    Os destruidores existem aos montes!
    Sua bandeira é eficaz, para mostrar que esse políticos sem visão, sem preocupação com o ser humano, sem sensibilidade, não podem ser votados!
    Começamos o projeto Metronor com o competente profissional, Belmiro, no Governo sério do Jaime Canet, visualizado por mim do sistema “landcreis” na então República da Alemãnha Ocidental.
    O Professor Véspero Mendes abraçou e continuou o projeto no Governo Ney Braga, com a S.Planejamento, Famepar, Sudesul, etc e instalou o Escritório de Planejamento em Apucarana.
    Depois que conclui meu mandato, janeiro de 1983, entraram os políticos sem nenhuma visão de futuro e bagunçaram-no.
    Hoje o material todo está na UEL e só está servindo para os academicos de arquitetura, engenharia, economina, etc, fazerem pesquisas e consultas. INfelizmnete isso aconteceu…
    Nuna é tarde! Parabéns pela iniciativa e sucesso!
    Estou à suas ordens!
    Voldimir Mirão
    Ex Prefeito de Apucarana”

    Responder

    • Posted by lintomass on Março 6, 2011 at 2:03 am

      CARO MARCUS.MAIS UMA VEZ, OBRIGADO.VEJA MARCUS. O NEY FOI O POLÍTICO MAIS IMPORTANTE NA HISTÓRIA DO PR, POIS COLOCOU O PR  NO MAPA DO BRASIL, PELOS SEUS FEITOS ADMINISTRATIVOS, FUNDEPAR ETC. TEMOS QUE SE ISENTOS NAS CRÍTICAS.O  PROJETO DO LOLÔ DA SUDESUL, DO “METRÔ DE SUPERFÍCIE – LONDRINA – MARINGÁ”, ESTÁ COM ELE ATÉ HOJE.  EU TENHO UMA CÓPIA.LINEU TOMASS.

      Em 05/03/2011 12:24, comment-reply@wordpress.com <

      Responder

  5. Posted by Marcus V. Braga Alves on Março 5, 2011 at 3:34 pm

    Preste atenção quando o ex-Prefeito escreve: “Depois que conclui meu mandato, janeiro de 1983, entraram os políticos sem nenhuma visão de futuro e bagunçaram-no.”

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: