SARNEY O “STALIN” TUPINIQUIM APAGA A HISTÓRIA

ESTILO  STALIN.  José Sarney, o eterno “capo”  da política nacional, “DITADOR DE FATO” de nossa republiqueta,  inaugurou no Senado Federal uma exposição fotográfica e documental, chamada de “Tunel do Tempo”, onde se ilustra a “história”  deste desgraçado  Brasil.

SARNEY APAGOU A HISTÓRIA.  Assim como Josef Stalin, ditador da Russia comunista que mandava apagar das  fotografias históricas da Revolução Bolchevique  (e da  vida), seus ex-amigos,  o nosso  “ditador tupiniquim”,  senador José Sarney,  também  MANDOU APAGAR DA HISTÓRIA NESTA EXPOSIÇÃO, O EPÍSÓDIO DA  “IMPEACHMENT”  DO EX-PRESIDENTE FERNANDO COLLOR DE MELO, episódio este tão importante em nossa história, por ter sido o primeiro presidente que foi apeado do poder por um movimento popular, quando  chegamos a pensar que o Brasil a partir deste fato seria outro.  Erramos.  

ONTEM TAPAS, HOJE BEIJOS.  Collor,  ontem foi inimigo do Sarney, e hoje descaradamente estes “bonitões”, vivem aos abraços e afagos.  Hoje  Collor é seu amigão do peito no Congresso Nacional. Esta é a história fajuta do país, contada pelo Sarney, o “Stalin  tupiniquim” .

E OS DEMAIS SENADORES ?   Este ato BURRO do Sr. Sarney, deve ser repudiado pelos demais senadores dos quais  se  espera, que sejam éticos e não se prestem a a este ato servil e vergonhoso do Sarney, que os representa no país,  cujo ato  nos coloca aos olhos do mundo como um país bananeiro, de malandros, e sem credibilidade alguma.  Esperamos que os senadores do Paraná, o Sr. Alvaro Dias, o Sr. Roberto Requião e a senadora Gleisi Hofmann, tomem uma atitude a favor da ética,e  da verdade histórica e peçam a esse desprezível senador Sarney, que  REESCREVA A HISTÓRIA VERDADEIRA DO EPISÓDIO  DO  SEU AMIGUINHO, EX-PRESIDENTE  FERNANDO COLLOR.  Os senadores devem esta aos historiadores, a todos os brasileiros e ao mundo.   Caso contrário, assumamos que somos mesmo um país de quarto mundo.

“STALIN” TUPINIQUIM JUSTIFICA.  Vejam só a coragem e topete do Sarney, ao ser cobrado por este ato idiota e absurdo, justificou-se dizendo:

“Não posso censurar os historiadores que foram encarregados de fazer a história. Agora, acho que talvez esse episódio seja apenas um acidente que não deveria ter acontecido na história do Brasil. Mas não é tão marcante como foram os fatos que aqui estão contados, que foram os que construíram a história, não os que de certo modo não deveriam ter acontecido”.

COMENTÁRIO:  “MORRO E NÃO VEJO TUDO “, pois esta sempre foi a história DO SARNEY.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: