Archive for 6 de Julho, 2012

“PRÍNCIPE” LUIZ CLAUDIO LULA DA SILVA “ENTROU BEM” NA JUSTIÇA

DESCENDENTE DO IMPERADOR  LUIZ INÁCIO LULA  DA SILVA I – ENQUADRADO NA JUSTIÇA.  Somente agora, depois de mais de UM ANO E MEIO, e após muita relutância, o último descendente da dinastia direta do imperador  “LULA DA SILVA”, o filho caçulinha ou,  “príncipe LUIZINHO”, foi enquadrado pela Justiça Federal de Brasília, e está sendo obrigado a devolver o seu passaporte  diplomático.

O  SERVILISMO DO MINISTRO DIPLOMATA.  O passaporte diplomático, completamente ilegal, foi  fornecido vergonhosamente pelo  então ministro do Exterior (puxa saco de LULA), o diplomata  CELSO  AMORIM,  nos últimos dias de poder do Imperador-presidente,  LULA, num ato de vassalagem e servilismo puro. A família imperial de LULA, aos poucos vai se “desimperializando-se”.  Ainda bem.  Tomara que a ” Monarquia-Petista”  não se instale no país.

FLAGRANTE DO “BELO PRINCIPE LUIZINHO” PUBLICADO NO GLOBO: (Ref. blog Patrulha da Lama):

SUSPENSO – Passaporte diplomático concedido a filho de Lula

Luís Cláudio foi o único dos 7 parentes do ex-presidente que NÃO devolveu o documento

             Luis Cláudio Lula da Silva, quando trabalhava de auxiliar de preparação física do Palmeiras em 2008

“BRASÍLIA – O passaporte diplomático concedido em dezembro de 2010 ao filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será suspenso. Decisão da Justiça Federal do Distrito Federal na quarta-feira, divulgada hoje, determinou a suspensão imediata do passaporte de Luís Cláudio Lula da Silva, atendendo a pedido do Ministério Público Federal no DF, que considerou a emissão do documento “ilegal e fora do interesse do país”.
 
De acordo com a decisão da 14ª Vara Federal do DF, o Itamaraty tem cinco dias para publicar ato oficial comunicando a suspensão do passaporte. Também foi ordenado à Polícia Federal que cumpra medida de busca e apreensão para recolhimento do documento, se necessário.
 
A ação civil foi proposta em junho passado, depois que o Ministério das Relações Exteriores (MRE) confirmou ao MPF que, dentre os sete passaportes diplomáticos concedidos ilegalmente a parentes de Lula no final de seu mandato, o de Luís Cláudio era o único que não havia sido devolvido.
 
Em janeiro de 2011, logo após o fim do governo Lula, o MP começou a investigar acusações de irregularidades na concessão de passaportes diplomáticos para quatro filhos e três netos de Lula, além de a autoridades religiosas, governadores, prefeitos e ex-ministros de tribunais.
 
Segundo o MP, 328 passaportes emitidos pelo Itamaraty entre 2006 e 2010, estava, dentro das regras. Apenas os sete passaportes concedidos aos parentes de Lula foram considerados irregulares, por não apresentarem justificativas pertinentes. O MP recomendou o recolhimento dos documentos ilegais. A resposta, que somente chegou à Procuradoria da República no DF no mês passado, confirmou que seis passaportes haviam sido devolvidos, faltando apenas o de Luís Cláudio.”
Anúncios