Archive for 28 de Julho, 2012

AVISO AS “OTORIDADES” DE CURITIBA. ASSÉDIO MORAL CONTRA GUARDA MUNICIPAL PUNIDO

QUE SIRVA DE  EXEMPLO PARA CERTAS “OTORIDADES” DA PREFEITURA DE CURITIBA.  Por motivos políticos, sei de diversos casos, de perseguição ou assédio moral contra determinados guardas municipais de Curitiba.  Algumas  “otoridades” do setor, por mando de políticos  de véspera de eleição, estão perseguindo guardas municipais que NÃO SE CURVAM  A DETERMINAÇÕES  DE APOIO  POLÍTICOS  A DETERMINADO  CANDIDATO.

GARANTIA  CONSTITUCIONAL.  Ora pipocas.  A Constituição assegura a todo cidadão, que escolha livremente  seus candidatos nas eleições, sendo vedada a pressão e uso da hierarquia de “otoridades” do Estado, para pressionar qualquer funcionário público.  Basta uma denúncia com prova  testemunhal (ou uma gravação),  para corrigir este tipo de   “autoritarismo-politiqueiro” na Justiça.  Já  na Justiça Eleitoral, esta atitude poderá ser considerada como crime eleitoral.

O CASO  QUE PODE SERVIR DE PARADÍGMA  NA  JUSTIÇA EM  CURITIBA.  Recebi e mail do SIGMUC, dando conta que em Cascavel, a perseguição de uma “otoridade”  da Prefeitura, a um  guarda municipal, resultou em indenização de R$ 10  (MIL REAIS)  no Tribunal de Justiça do Paraná. Vejam os detalhes DO EMAIL:

 ” TJ-PR condena prefeitura a indenizar guarda municipal que foi ofendido.  Servidor público de Cascavel, no PR, deverá receber R$ 10 mil.

A  Justiça considerou que agente sofreu assedio moral de superior hierárquico. A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) condenou o município de Cascavel, no oeste do Paraná, a pagar R$ 10 mil a um guarda municipal que alegou ter sido ofendido pelo superior hierárquico. Segundo o TJ-PR, o chefe imediato do guarda disse palavras consideradas depreciativas, no ambiente de trabalho, na frente de várias pessoas, com o intuito de diminuir a reputação do profissional. O caso foi configurado como assédio moral.

A decisão do TJ-PR reiterou a condenação que a prefeitura já havia recebido em primeira instância, mas reduziu o valor arbitrado pela 1ª Vara Cível da Comarca de Cascavel. Para o desembargador, o chefe imediato do guarda municipal agiu abusivamente contra o servidor público. Ele considerou ainda que as palavras utilizadas pelo superior ofenderam o guarda municipal.

Segundo o relatório do desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, “é irrelevante que não tenham sido registradas ‘palavras de baixo calão’, chamadas palavrões, eis que, no ambiente de trabalho, na presença de colegas do autor, ele foi ofendido, desmerecido quanto à sua qualidade profissional, isso bastando à configuração do assédio moral”. A assessoria da prefeitura de Cascavel informou que aguarda o recebimento da intimação para poder se manifestar sobre o assunto. Ainda de acordo com a prefeitura, a ação judicial é da gestão anterior. ”

LEMBRETE:  Neste momento de eleição, todo o cuidado é pouco por parte das “otoridades”.  Equipe de advogados estão de prontidão.

Anúncios

FALTA CAIS NO PORTO DE PARANAGUÁ. HOJE COM 126 NAVIOS NA FILA DE ESPERA

MAIOR PORTO  GRANELEIRO DO PAÍS   FADADO AO INSUCESSO.   É muito descaso do Governo Federal, do Governo do Estado do Paraná, onde soma-se a inépcia dos empresários e políticos do Paraná, que não têm  fôrça política suficiente no cenário nacional, para juntos, reivindicarem a construção de UM  NOVO  PORTO NO  LITORAL DO PARANÁ. Projetos é o que não faltam.  Falta vontade política e coragem.

O  BLÁ, BLÁ  ANUAL>  Todo os anos, durante as safras de nossa agricultura, temos que ouvir desculpas e um “blá, blá”, infindável das   “otoridades”, que cansam  nossos ouvidos, pois todos os anos  é o mesmo papo furado,  só falam  em planos e projetos de  remendos de melhorias aqui e acolá,  cujos  remendos,  nunca  resolvem em definitivo  o grande problema  do Porto de Paraanaguá. 

QUAL É O PROBLEMA DO PORTO ?  O problema está  NA  FALTA  DE  NOVOS  BERÇOS  PARA ATRACAMENTO DE MAIS NAVIOS,  ou seja, tem que se aumentar  a metragem de cais de atracação, o que só será possível, com a utilização da Ilha da Cotinga (em Paranaguá), para se construir alí um novo porto, com o projeto que existe  há  décadas, feito pelo competente arquiteto paranaense  LOLÔ   CORNELSEN, que elaborou um baita projeto quando presidia a SUDESUL, que foi fechada.

QUAL  O RESULTADO DESTA INÉRCIA ?  É o mesmo resultado de anos e anos.  Navios ao largo do Porto de Paranaguá, na espera de uma vaga no DIMINUTO CAIS DO PORTO,  para atracarem.   Pasmem !  Hoje estão na fila para atracarem no Porto,  MAIS  DE   126   NAVIOS.  No diminuto cais de Paranaguá, hoje, cabem só uns 16  navios, dependendo do tamanho. 

A PRIORIDADE DO GOVERNO FEDERAL.    BILHÕES PARA A COPA TEM,  E PARA A INFRA ESTRUTURA DO PAÍS……………..ZERO !  É  MUITA  BURRICE  ACUMULADA !

ALÔ TURMA DO  GOVERNO FEDERAL DO PT, DO OBA!  OBA !  UM  RECADO:  “Governar bem, é saber escolher prioridades para o futuro de uma nação e de um pvo com esperanças”. 

A  ESCOLHA.  Entre bilhões de grana para a Copa , e  alguns bilhões para  novos e NECESSÁRIOS  portos marítimos no país,  qual seria tua opção reles mortal ?

10 MIL ACESSOS EM JULHO NESTE BLOG.

MEUS   AGRADECIMENTOS.  No dia 27/7/12, atingimos só no mês de julho de 2012,  mais de DEZ  MIL ACESSOS  neste blog.  Este fato nos incentiva a prosseguir nesta linha de jornalismo totalmente independente, sempre em busca da interpretação da notícia pela vertente da verdade, sem temores de espécie alguma.   Meus sinceros agradecimentos a todos os amigos do Brasil e da Argentina, que acessam este blog.  Aos novos leitores, peço que divulguem este  blog a seus amigos.  Assim  avançamos mais e mais.  Muito obrigado  amigos. Lineu Tomass.