Archive for 1 de Setembro, 2012

ESTADOS E MUNICÍPIOS LITERALMENTE QUEBRADOS ETERNIZAM O CALOTE

PREFEITOS E GOVERNADORES  IRRESPONSÁVEIS  E CALOTEIROS  NA PRATICA DA ANTI-CIDADANIA

DITADURA E CENTRALISMO TRIBUTÁRIO CONDENAM NAÇÃO AO CALOTE  O atual sistema tributário de arrecadação de impostos txas e  outros pinduricalhos que você paga no dia a dia, estão colocando o país num impasse institucional de cumprimento de suas obrigações, ou seja de pagarem suas dívidas regularmente.

COMO FUNCIONA A DITADURA-CENTRALISTA ?  É simples reles mortal. O Governo Federal fica com mais de 60 % da arrecadação de impostos, os governos do Estados ficam com 27 %, e os desgraçados dos Municípios do país, FICAM COM SOMENTE  13 % DA ARRECADAÇÃO NACIONAL.  Assim, os governantes deitam e rolam no abuso do calote, puro e simples.  Pode ?  Pode sim.  Num país com modelo social de Casa Grande e Senzala, é isso aí.  Toda a grana vai ao palácio do Planalto da rainha e dos maraajás da “quase”   Republica brasileira,  neste país anti-cidadão.

QUAL  É O RESULTADO  DESTA  M…..DE SISTEMA ?  Vejam só  este lado desta porcaria de sistema, na manchete abaixo, publicada no site última instância :

  Estados e municípios brasileiros devem R$ 94 bilhões em precatórios

Beira R$ 94,3 bilhões o valor total dos precatórios devidos pelos estados e municípios brasileiros até o primeiro semestre de 2012. O levantamento das dívidas decorrentes de sentença judicial — os chamados precatórios — foi feito pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) junto aos tribunais de todo o país. Na pesquisa anterior, com dados de 2009, a dívida totalizava R$ 84 bilhões.

O valor real, no entanto, pode ser ainda maior, já que o montante divulgado pela Corregedoria Nacional de Justiça corresponde à dívida histórica, ou seja, não atualizada — já que o reajuste dos valores é feito no ato do pagamento.

Deste montante, R$ 87,5 bilhões correspondem a precatórios originados a partir de processos que tramitam na Justiça Estadual. Os outros R$ 6,7 bilhões se referem a dívidas oriundas da Justiça do Trabalho.

Na Justiça Comum, as administrações estaduais concentram a maior parte da dívida: R$ 48 bilhões, correspondente a 55% do total devido. Por outro ladro, as prefeituras municipais devem R$ 35,5 bilhões (37% do total). As autarquias e órgãos da administração indireta somam, por fim, R$ 6,8 bilhões, ou 8% do valor devido.

O TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) — maior Tribunal do país — é responsável, sozinho, por mais da metade do montante devido: R$ 51,8 bilhões.

Os estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Rio de Janeiro e seus municípios devem entre R$ 5 bilhões e R$ 6 bilhões, cada um. A dívida está distribuída em 127.208 processos nos tribunais estaduais. Embora a dívida dos estados seja maior, os municípios lideram em volume de processos: 44% das ações. Os estados são responsáveis por 33% do volume. Na Justiça trabalhista há 53.443 ações relacionadas a precatórios.

A REGRA DE FUNCIONAMENTO DE NOSSO  PAÍS.  O Estado Brasileiro e seus irresponsáveis mandadatários, funcionam na base do famoso ditado popular: 

” Façam o que eu mando, mas não façam o que eu faço “;  É isso aí….. 

É por isto que o brasileiro não acredita nas instituições públicas e muito menos nos políticos……

Anúncios

DENUNCIADA A LEI ESPECIAL PETISTA PARA PROTEGER MENSALEIROS

A DENÚNCIA É DO MINISTRO  CARLOS AYRES BRITO PRESIDENTE DO STF (SUPREMO). A crítica chegou a causar mal estar na alta cúpula do Palácio do Planalto e nos “nervosinhos” de alto coturno do PT em Brasília.  BRITO deu uma “espinafrada” nos altos marajas petistas, quando declarou que no governo de LULA,  o PT  com maioria absolua, fez o Congresso Nacional  aprovar uma lei do tipo “PROTEGE MENSALEIROS”. Vejam a declaração do ministro BRITO, do site última instância :

Lei foi alterada para proteger réus, diz presidente do STF

” O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Carlos Ayres Britto, afirmou ontem em plenário que um projeto de lei foi alterado propositalmente para influenciar o julgamento do mensalão e beneficiar alguns dos réus. Para o ministro, a manobra “é um atentado veemente, desabrido, escancarado” à Constituição. A declaração refere-se à lei 12.232, sancionada pelo então presidente Lula em 2010.

OBS:  A lei  de encomenda para proteger os mensaleiros petistas no julgamento, em síntesse, frouxa os critérios para se contratar propaganda de órgãos oficiais do Governo Federal, e abre uma brecha para justificar gastos malandros do poder público, em publicidade.  A manobra não deu certo  e está denunciada….

PT ROLOU DÍVIDA DO MENSALÃO DEZ VEZES NO BANCO RURAL

ROLAR DÍVIDA DEZ VEZES EM BANCO É SÓ PARA CAMPEÃO.  O PT nacional foi um partido campeão em transações bancárias nos rolos da corrupção do mensalão.  Só no Banco Rural de Brasília, a cúpula do PT nacional, chegou a rolar a dívida de R$ 3 MILHÕES  (DE REAIS), DURANTE DEZ VEZES. Vejam os detalhes do site última instância:

Banco Rural favoreceu PT, afirma relator

” Ministro relator do processo do mensalão, Joaquim Barbosa afirmou que os diretores do Banco Rural participaram de uma “cadeia de ilicitudes” para simular empréstimos e favorecer o PT e agências de Marcos Valério. Segundo Barbosa, o banco aceitou garantias insuficientes do ex-presidente do partido José Genoino e do ex-tesoureiro Delúbio Soares, também réus, para a concessão de empréstimo de R$ 3 milhões ao PT, que foi “rolado” por dez vezes pelo Rural. “