Archive for 16 de Abril, 2013

EDUARDO SCIARRA (PSD) NEGA SER VICE DE GLEISI HOFMANN (PT)

AGRADECEU…..MAS NEGOU… O dep. fed. EDUARDO  SCIARRA, presidente do PSD no Paraná, negou a possibilidade de compor seu nome como vice governador na chapa lançada pelo dep. fed. ANDRÉ VARGAS, petista e vice-presidente da Câmara Federal.   “Fico lisonjeado, mas agradeço a indicação do André, pois o PSD vai ter chapa própria na eleição de 2014 no Paraná”, confirmou SCIARRA. 

ÁGUA NO CHOPP ? Esta negativa começa a colocar água no chopp da candidata ao governo, a ministra  GLEISI HOFMANN (PT), que contava que a e sua eleição ao governo do Paraná seria muito fácil.  Estatisticamente, (né S…),  o PT nunca se deu bem nas eleições ao governo no Paraná, porém,  achavam que nesta eleição próxima teriam chance maior com a GLEISI.

Anúncios

JOEL MALUCELLI É PRÉ-CANDIDATO AO GOVERNO CANDIDATO AO GOVERNO DO PARANÁ

EDUARDO SCIARRA DEP. FED (PSD) FEZ LANÇAMENTO.  O dep. fed. EDUARDO SCIARRA, presidente do PSD no Paraná, partido do KASSAB, em entrevista ontem em Curitiba disse que o PSD está articulando a candidatura do empresário JOEL MALUCELLI, como pré-candidato ao governo do Paraná na eleição de 2014.  “Estamos articulando candidatura própria aos governos  em diversos Estados, inclusive aqui no Paraná”, disse ele.

DESPOLARIZAÇÃO.  A candidatura de MALUCELLI, é uma novidade que pode ocorrer nesta eleição de 2014, o que altera totalmente o quadro atual de polarização exclusiva entre os pré-candidatos ao governo…….BETO RICHA (PSDB)  e  GLEISI  HOFMANN (PT), já que o JOEL é um nome forte no meio empresarial do Paraná, e a muito tempo vem sondando uma chance de enfrentar uma candidatura de expressão na política no Paraná.  Esta não é uma boa notícia para a a candidata GLEISI HOFMANN, que contava sua eleição como  “um passeio”. Com esta candidatura do JOEL, tudo pode acontecer.

ANDRÉ VARGAS DEP. FED. DO PT ANTECIPA CAMPANHA E LANÇA CANDIDATOS EM CURITIBA…….

FOI NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO PARANÁ.  Ontem o dep. fed. ANDRÉ VARGAS (PT), vice presidente da Câmara Federal, antecipou a campanha eleitoral de 2014 e lançou a  “sua” chapa ideal de candidatos para a próxima eleição de outubro de 2014.  Vejam:

GLEISI  HOFMANN, para governadora;  EDUARDO  SCIARRA  para vice-governador (PSD)  e  OSMAR DIAS (PDT) para o Senado Federal.

AUTO  LANÇAMENTO.  Na mesma entrevista o ANDRÉ fez também o seu “auto lançamento”, como candidato a senador, caso o OSMAR DIAS, RECUSE A INDICAÇÃO…….”Se  ele não sair……eu saio”, disse o VARGAS.

RATINHO JUNIOR SECRETÁRIO DA SEDU ACEITOU DESAFIO…. SOBROU PARA O PREFEITO FRUET (PDT+PT) E PRESIDENTE DILMA (PT)…..

A QUEM CABE DAR SUBSÍDIOS  NAS TARIFAS DE TRANSPORTE COLETIVO ?  O secretário  RATINHO  JUNIOR, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Governo do Paraná, foi convidado para falar aos deputados da oposição na Assembléia Legislativa do Paraná, onde muitos políticos esperavam com ansiedade o momento de  colocar uma saia justa no secretário RATINHO JUNIOR, quando pensavam em exigir que o Governo do  Paraná fosse o único responsável em  DAR SIBSÍDIOS  A PREFEITURA DE CURITIBA, para diminuir o impacto nos preços das tarifas de ônibus da Capital e da Região Metropolitana. 

QUEM APOSTOU NO DESGASTE PERDEU.  Quem apostou no vexame do secretário RATINHO….perdeu.  O Secretário INVERTEU O JOGO  e devolveu o desafio…..e acabou sobrando para o prefeito GUSTAVO FRUET, e para a presidentA  (?) …DILMA

ACEITO O DESAFIO.  RATINHO JUNIOR compareceu de cabeça erguida na Assembléia, e fez um CONTRA DESAFIO, conforme a matéria abaixo que recebi do blog do  Fernando  Tupã (15/4/13)…..Leiam a nota:

Ratinho enquadra Fruet

ratinho junior

Ratinho  Junior

O Secretário de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, foi sabatinado pela oposição nesta segunda-feira (15), na audiência pública sobre Integração do Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Curitiba, no plenarinho da Assembleia Legislativa.

Na mesa de debates com auditório cheio e rodeado por deputados de oposição, Ratinho tinha tudo para ficar acuado, mas fez o contrário, partiu para a ofensiva aproveitando a presença de petistas para cobrar a participação do governo federal e do prefeito Gustavo Fruet (PDT) na integração da tarifa.

“Essa conta tem que ser dividida por três. O governo do estado já está fazendo a sua parte ao transformar o subsídio em isenção do ICMS do óleo diesel e abrir mão de quase R$ 30 milhões por ano”, afirmou o secretário, ao cobrar do deputado federal Angelo Vanhoni (PT), que convença Fruet a retirar os 2% de ISS sobre o transporte, cortar pela metade os 4% da taxa de administração da Urbs, além de pedir ao governo federal a desoneração de impostos sobre a folha de pessoal que representam em torno de 35% do custo da tarifa.

Mesmo com a presença do presidente da Urbs, Roberto Gregório, na audiência pública, o secretário de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, desafiou a prefeitura a apresentar a pesquisa sobre a origem e destino dos passageiros que utilizam a Rede Integrada de Transporte, que atende a Capital e outros 12 municípios.

“Enquanto a Urbs não mostrar a pesquisa sobre o custo real da passagem de ônibus de cada linha que compõe a RMC tudo é achismo. Não sabemos se essa tarifa da região metropolitana realmente existe e se é séria. Pode custar muito menos e a administração de Curitiba querer colocar na conta do estado”, disse o secretário.