Archive for 19 de Julho, 2014

MEGA CORRUPÇÃO DE AUTORIDADES, BANDIDOS E POLÍTICOS ESTARRECE A NAÇÃO…..BRASIL CHAFURDA NA LAMAÇAL DA CORRUPÇÃO…….

VALORES ENVOLVENDO POLÍTICOS LIGADOS AO DOLEIRO YOUSSEF….QUE ENVOLVEU INCLUSIVE O DEP. FEDERAL DO PT ANDRÉ VARGAS…….ESTARRECE PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA…..A COISA É  MONSTRA..…Está em toda a mídia deste final de semana a declaração do Procurador Geral da República RODRIGO JANOT…….Vejam a que nível de apodrecimento e esgarçamento social atingimos neste país de merda: (Ref. Bem Paraná de 19/7/14):

Nunca vi tanto dinheiro na minha vida, diz Janot

Os R$ 10 bilhões do esquemas foram usados em campanhas eleitorais e até mesmo tráfico de drogas

BRASÍLIA, DF – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, está surpreso com o volume de recursos e quantidade de destinos e destinatários investigados pela Operação Lava Jato, deflagrada em março pela Polícia Federal. “Nunca vi tanto dinheiro na minha vida e vou morrer sem ver”, disse Janot, durante café da manhã com jornalistas, nesta sexta-feira (18).

A PF estima que o esquema de lavagem de dinheiro comandado por doleiros movimentou aproximadamente R$ 10 bilhões. O procurador não sabe precisar se o montante sob suspeita é ainda maior que o estimado pela polícia. No entanto, ele definiu o esquema como “robusto” e o comparou com o caso Banestado – que movimentou nos anos 1990 cerca de US$ 30 bilhões por meio das chamadas contas CC-5, usadas para remessa de grandes somas ao exterior.

Assim como a Lava Jato, o esquema no Banestado começou a ser investigado no Paraná. “Vamos aguardar as investigações para que a gente possa quantificar esse caso”, disse nesta sexta. Além do volume de recursos envolvidos, que mais impressionou Janot foi o fato do dinheiro ter sido usado em atividades diversas como campanha eleitoral, corrupção, tráfico de drogas e até contrabando de diamantes. Apesar de políticos estarem na lista de investigados por participarem do esquema, Janot não acredita que as apurações impactem de “maneira negativa” nas eleições.

Anúncios