Archive for 20 de Outubro, 2014

A DEMOCRACIA ESTÁ EM RISCO NO BRASIL ?

” SOMOS A SOMA DE NOSSAS ESCOLHAS “.  Este é o título do artigo da LUFT LYA, publicado na Veja desta semana, onde ela chama  toda a sociedade, na responsabilidade e na obrigação da manutenção do regime democrático, hoje mais frágil pelos desmando que ocorrem no país.  Uma frase resume a sua preocupação:

” A DEMOCRACIA É DIFÍCIL,  PRECISA  DE CUIDADOS  PARA SE MANTER ;  COM  ELA  NÃO SE BRINCA  “

JURISTA IVES GANDRA DESANCA DILMA (PT)……

MUDANÇA DE OPINIÃO ?  IVES GANDRA, respeitado jurista do país, emite documento publicado na Folha de São paulo (19/10/13), no qual ele critica a  a “petezada”  e a DILMA (PT).  Vejam o texto do documento que recebi via e mail:

 IVES GANDRA   MUDA DE OPINIÁO 

— Folha SP ontem

 IVES GANDRA DA SILVA MARTINS, 79, advogado, é professor emérito da Universidade Mackenzie, da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército e Escola Superior de Guerra

Em 16 de março de 2011, publiquei nesta Folha um artigo em que apoiava a presidente Dilma e seu vice, Michel Temer –meu confrade em duas Academias e companheiro de conferências universitárias–, pelas ideias apresentadas para o combate à corrupção e a promoção do desenvolvimento nacional.

Como mero cidadão, não ligado a qualquer partido ou governo, tenho, quase quatro anos depois, o direito de expressar minha irritação com o fracasso de seu governo e com as afirmações não verdadeiras de que o Brasil economicamente é uma maravilha e que seu governo é o paladino da luta contra a corrupção.

Começo pela corrupção. Não é verdade que, graças a ela, os oito anos de assalto à maior empresa do Brasil, estão sendo rigorosamente investigados. Se quisesse mesmo fazê-lo, teria apoiado a CPI para apurar os fantásticos desvios, no Congresso Nacional.

A investigação se deve à independência e à qualidade da Polícia e do Ministério Público federais que agem com autonomia e não prestam vênia aos detentores do poder. Nem é verdade que demitiu o principal diretor envolvido. Este, ao pedir demissão, recebeu alcandorados elogios pelos serviços prestados!

Por outro lado, não é verdade que a economia vai bem. Vai muito mal. Os recordes sucessivos de baixo crescimento, culminando, em 2014, com um PIB previsto em 0,3% pelo FMI, demonstram que seu ministro da Fazenda especializou-se em nunca acertar prognósticos.

Acrescente-se que também não é verdade que controla a inflação, pois, se o PIB baixo decorresse de austeridade fiscal, estaria ela sob controle. O teto das metas, arranhado permanentemente, demonstra que a presidente gerou um baixo PIB e alta inflação.

Adotando a pior das formas de seu controle, que é o congelamento de tarifas, afetou a Petrobras e a Eletrobras, fragilizando o setor energético, além de destruir a indústria de etanol, sem perceber que desde Hamurabi (em torno de 1700 a.C.) e Diocleciano (301 d.C.) o controle de preços, que fere as leis da economia de mercado, fracassou, como se vê nas economias argentina e venezuelana, que estão em frangalhos.

O mais curioso é que o Plano Real, que tanto foi combatido por Lula e pelo PT, é o que ainda dá alguma sustentação à Presidência.

Em matéria de comércio internacional, os governos anteriores aos atuais conseguiram expressivos saldos na balança comercial, que foram eliminados pela presidente Dilma. Apenas com artimanhas de falsas exportações é que conseguiu obter inexpressivos saldos. O “superavit primário” nem vale a pena falar, pois os truques contábeis são tantos, que, se qualquer empresa privada os fizesse, teria autos de infração elevadíssimos.

Seu principal eleitor (o programa Bolsa Família) consome apenas 3% da receita tributária. Os 97% restantes são desperdiçados entre 22 mil cargos comissionados, 39 ministérios, obras superfaturadas, na visão do Tribunal de Contas da União, e incompletas.

Tenho, pois, como cidadão que elogiou Sua Senhoria, no início –para mim Sua Excelência é o cidadão, a quem a presidente deve servir–, o direito de, no fim de seu governo, mostrar a minha profunda decepção com o desastre econômico que gerou e que me preocupa ainda mais, por culpar os que criam riqueza e empregos em discurso que pretende, no estilo marxista, promover o conflito entre ricos e pobres.

Gostaria, neste artigo –ao lembrar as palavras de apoio daquele que escrevi neste mesmo jornal quase quatro anos atrás–, dizer que, infelizmente, o fracasso de seu projeto reduziu o país a um mero exportador de produtos primários, tornando este governo um desastre econômico.

DILMA (PT) PODE SER RÉ CONFESSA ? FINALMENTE ELA PAROU DE NEGAR A EXISTÊNCIA DA CORRUPÇÃO NA PETROBRAS….

DILMA PODE SER RÉ CONFESSA ?  Após tantas pressões da sociedade e da mídia no país, a DILMA (PT), finalmente reconhece e aceita que houve corrupção na Petrobras, e deixou de defender a TESE ABSURDA DO PT, DE NEGAR QUALQUER  CORRUPÇÃO   PETISTA A QUALQUER PREÇO E DE QUALQUER   FORMA. 

A SEQUÊNCIA.  Aceita a verdade da corrupção, ficam algumas dúvidas quanto ao futuro do comportamento legal da presidente  DILMA (PT), pois após a aceitação da corrupção, ela tem que tomar providências de ordem legal  do  direito administrativo, quanto a abertura de inquéritos  e outras medidas, contra os corruptos apontados no esquema da Petrobras,  A COMEÇAR POR ELA MESMA, NO CASO PASADENA, QUANDO DILMA  “ASSINOU SEM VER “……. UMA ATA  QUE ENVOLVEU UMA BAITA  CORRUPÇÃO DE 2 BILHÕES DE REAIS,  PASSANDO  AINDA PELA ENQUADRAMENTO DO TESOUREIRO DO PT ( HOJE NA ITAIPU)  QUE RECEBIA  A GRANA  CORRUPTA “PETROLEIRA”,  E DEMAIS ENVOLVIDOS DE OUTROS PARTIDOS, HOJE  TODOS SOB O GUARDA CHUVA DA DILMA (PT) , POIS SÃO DA COZINHA DO PALÁCIO DO PLANALTO.  Vejam a notícia  sobre este gravíssimo assunto: (Fonte: F. Campana)…..

Dilma já reconheceu os desvios, falta reconhecer a culpa

DilmaAlvoradaAlanMarquesFolha2

Do Josias de Souza:

”  No caso da roubalheira na Petrobras, Dilma Rousseff mudou de fase. Evoluiu do estágio do “eu não sabia” para a etapa do reconhecimento de que os cofres da maior estatal brasileira foram arrombados. “Eu farei todo o meu possível para ressarcir o país”, disse ela. “Se houve desvio de dinheiro público, nós queremos ele de volta. Se houve, não. Houve, viu?”

Bom, muito bom, ótimo! Agora só falta Dilma reconhecer que a corrupção é igual aos esportes coletivos. É como o futebol. Ou o vôlei. O sujeito pode ser supertalentoso, mas não marca gol, não faz o ponto sozinho. Tem toda uma engrenagem por trás do lance: a agremiação, o preparador físico, o massagista, o técnico e, mais importante, o time em ação, armando toda a jogada que resultará no chute ou na cortada indefensáveis.  ”

SENADORA GLEISI DO PT NO CENTRO DAS ACUSAÇÕES DO DELATOR DA PETROBRAS…..

NOTÍCIAS DIVERSAS ENVOLVEM DENUNCIAS CONTRA A SENADORA GLEISI HOFFMANN DO PARANÁ.  ela nega.  VEjam as diversas acusações e pressões contra a senadora GLEISI, divulgadas no F. Campana…..Vejam todas, na base do “ipsis  literis”…..

Ex-diretor diz que Gleisi recebeu R$ 1 mi de esquema na Petrobras

gleisi 2

De Fausto Macedo, Ricardo Brandt – O Estado de S. Paulo:

Em delação premiada, Costa afirma que repasse para a campanha da senadora ‘se comprova’ na inscrição que ele próprio lançou em sua agenda pessoal, apreendida pela Polícia Federal, na qual ele anota: ‘PB 0,1′, uma suposta referência a Paulo Bernardo

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou na delação premiada ao Ministério Público Federal que, em 2010, o esquema de corrupção na estatal repassou R$ 1 milhão para a campanha ao Senado da petista Gleisi Hoffmann (PR). Em 2011, no início do governo da presidente Dilma Rousseff, ela se licenciou do mandato para assumir o cargo de ministra-chefe da Casa Civil – posto que ocupou até fevereiro deste ano.

_________________________________________________________________

O Paraná no centro das denúncias de corrupção do PT

selfie
Youssef, Janene, Vargas e agora Gleisi: o Paraná no centro das denúncias da Petrobras

De Rogério Galindo, Gazeta do Povo

Foi aqui que começou o escândalo da Petrobras, lembram? Começou com a Operação Lava Jato, que teve seu centro no Paraná. O principal envolvido a ser preso já de cara foi Alberto Youssef, um doleiro velho conhecido da política local que agora se vê que tinha influência também no resto do país.

Foi daqui a primeira “vítima” política do escândalo, o deputado André Vargas, à época vice-presidente da Câmara. Abatido em voo, terminou sendo obrigado a deixar o partido e nem pôde concorrer à reeleição.

______________________________________________________________________________________

Francischini vai convocar Gleisi para explicar denúncia de corrupção

Fernando Francischini (04)

Francischini vai convocar senadora Gleisi Hoffmann (PT) para explicar denúncia que teria recebido R$ 1 milhão do ex-diretor da Petrobras

“Na chincha, como diz o gaucho”. Com este espírito, o deputado federal Fernando Francischini, líder do Solidariedade na Câmara dos Deputados, vai apresentar requerimento para convocar a senadora Gleisi Hoffmann (PT) para dar explicações na CPMI da Petrobras. Reportagem do jornal O Estado de São Paulo deste domingo (19) revelou que o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou na delação premiada ao Ministério Público Federal que, em 2010, Gleisi teria recebido R$ 1 milhão da organização criminosa que se instalou na Petrobras. Este dinheiro, segundo Costa, saiu de uma cota equivalente a 1% sobre o valor de contratos superfaturados da Petrobras e abasteceu a campanha da petista ao Senado Federal.

A QUE PONTO CHEGOU O PT – OARTIDO DOS TRABALHADORES NO EXEERCÍCIO DE 12 ANOS DE PODER ?…..

NA OPINIÃO DO SENADOR  PEDRO SIMON O PT FRACASSOU TOTALMENTE.  Vejam o comentário do senador gaúcho SIMON,  feito ao jornal espanhol  EL ” EL PAIS “, sobre o que ele pensa do PT neste 12 anos de poder :

Pedro Simon (PMDB), candidato à reeleição a uma cadeira no Senado pelo Rio Grande do Sul

” “O PT chegou ao governo e se tornou o partido mais triste, mais vergonhoso de nossa história. Foi pior até do que a ditadura militar, no campo da ética, da seriedade.” Do senador Pedro Simon, em entrevista ao jornal espanhol El País ” (Fonte: F. Campana).

PARANÁ ATOLADO NA CORRUPÇÃO DA PETROBRAS…..ENVOLVE A SENADORA GLEISI DO PT…

CORRUPÇÃO DA GRANA “PETROLEIRA”…ATINGE SENADORA GLEISI HOFFMANN DO PT.  Esta vi no site do F. Campana.  Transcrevo ” ipsis literis” , para evitar a “empentelhação” dos empedernidos defensores da corrupção no PT….Vejam:

Costa denuncia Gleisi no esquema de desvios da Petrobrás

images_cms-image-000399680
gleisi

A casa caiu. A edição de domingo do jornal Estado de S. Paulo (foto),que circula a partir deste sábado, traz uma denúncia que significa pá de cal no combalido PT do Paraná. Segundo o Estadão, a ex-ministra da Casa Civil de Dilma Rousseff, a paranaense Gleisi Hoffmann, recebeu R$ 1 milhão do esquema de desvios da Petrobras. A acusação foi feita por Paulo Roberto Costa e confirmada pelo doleiro Alberto Youssef, em delações premiadas. Em 2010 Gleisi concorreu ao Senado e se elegeu com grande votação depois de fazer uma das campanhas mais caras que já se viu no Paraná.

Como de costume no PT, Gleisi afirma que não sabe, nunca viu, não conhece Costa e nem o doleiro Youssef. Essa foi uma das razões que levaram o staff de Dilma Rousseff a chutar Gleisi de sua passagem por Curitiba. Aliás, também foi excluido o seu marido, o ministro Paulo Bernardo e também seu pupilo, Gustavo Fruet. Assim caminha a humanidade.

PADRE MARCELO ROSSI DIZ TER SIDO INVESTIGADO PELO VATICANO…..

OS SEGREDOS QUE RONDAM  NOS CORREDORES SECRETOS DO VATICANO.  Está publicado no UOL esta notícia  , em que o PADRE MARCELO ROSSI,  da Igreja Católica, revela ter sido investigado pelo VATICANO….Vejam a publicação e as declarações do padre MARCELO…..

Padre Marcelo Rossi comenta investigação que sofreu do Vaticano

do UOL 19/10/201402h10

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/TV Globo

    Padre Marcelo Rossi comenta investigação que sofreu do Vaticano por quase 10 anosPadre Marcelo Rossi comenta investigação que sofreu do Vaticano por quase 10 anos

O padre Marcelo Rossi comentou sobre a investigação que sofreu do Vaticano por quase uma década e afirmou que, “se houve fiscalização, houve também o reconhecimento”. A informação foi divulgada com exclusividade pelo jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, no dia 30 de setembro. 

“Eu li. Hoje você vai fazendo certos encaixes e você percebe. Não há problema nenhum. Eu acho interessante que as pessoas saibam que muitos ficam, sempre no início, [se perguntando] ‘qual é a desse padre?’, ‘o que ele quer?’, ‘ele quer aparecer?’, ‘qual é o objetivo dele?’. E, graças a Deus, não só [a igreja] entendeu, como o próprio papa Bento 16 me deu o prêmio Van Thuân de ‘Evangelizador Moderno’ [em 2010]. Então, acredito que, se houve fiscalização, houve reconhecimento”, comentou o padre Marcelo durante o “Altas Horas” deste sábado (18).

Segundo apurou UOL, o padre Marcelo Rossi teve seus passos, CDs, livros, missas e aparições na TV seguidos de perto pelo Vaticano do final dos anos 90 até cerca de quatro anos atrás.

A investigação, que durou quase 10 anos, foi provocada por uma denúncia feita por um religioso brasileiro, que acusou o padre de culto ao personalismo, exibicionismo por ir demais às TVs, de desvirtuar as práticas católicas e de transformar a missa em uma espécie de “circo”.

A fiscalização foi comandada pela Congregação para a Doutrina da Fé, liderada pelo cardeal Joseph Ratzinger, que mais tarde se tornaria o papa Bento 16.  A Congregatio pro Doctrina Fidei é o novo nome que o Vaticano dá para a assassina Inquisição.

Entre o final dos anos 90 e a década de 2000, a Congregação recebia regularmente vídeos com as participações do padre Marcelo em programas como o de Gugu Liberato no SBT e de Fausto Silva, na Globo.

O outro lado

Procuradas na ocasião, tanto a Nunciatura Apostólica em Brasília –a embaixada do Vaticano no Brasil–, quanto a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se recusaram a comentar a investigação que o Vaticano lançou sobre o padre Marcelo Rossi do final dos anos 90 até a segunda metade dos anos 2000.

Já a assessoria da Mitra de Santo Amaro e do bispo dom Fernando informou que o bispo desconhece a investigação do Vaticano a respeito do trabalho do padre Marcelo Rossi.

Por meio da assessoria, a Mitra diz que, se a sindicância realmente ocorreu, “trata-se de uma coisa do passado, e, como tal, já passou.”

Leia mais em: http://zip.net/bypYqL