Archive for Abril, 2015

CAPA DA ……(ODIADA)……. REVISTA VEJA…..O QUE DIZ ?

CAPA DA REVISTA VEJA DE 22/4/15 TRAZ A MANCHETE:

IMAGEM:  Acima no topo da capa, aparece uma foto pequena do Tesoureiro do PT, amigão  do LULA e da DILMA, O VACCARI, com uma bandeira do PT na mão esquerda,  e sua mochila (dos milhões), na mão direita…..

João Vaccari estaria envolvido em operações em Itaipu VACCARI …….tesoureiro do PT

”  ESPÉCIE EM EXTINÇÃO  ?  DOIS TESOUREIROS PRESOS, UM EX-PRESIDENTE ACUADO, UM PRESIDENTE QUE TERCEIRIZOU  O PODER, BANCADAS PARLAMENTARES ENVERGONHADAS E UM UM ESCÂNDALO ATRÁS DO OUTRO.  NEM O PT RESISTE  “…….

OBS:  Baixem o pano rápido….a peça do do teatro do  espetáculo do absurdo acabou….voltem na próxima semana…..

Anúncios

CONHEÇA O – FORO DE SÃO PAULO – MONTADO PELO FIDEL CATRO, LULA, FARCS, CHÁVEZ, CRISTINA….ETC.ETC.

VOCÊ TEM QUE CONHECER O FORO DE SÃO PAULO, PARA CONHECER O QUE É QUE O PT DO LULA E CIA QUEREM FAZER COM O BRASIL……Estes dias, na Boca Maldita de Curitiba, discutindo política com um advogado conceituado em Curitiba, fiquei estupefato e até apavorado, quando lhe falei sobre as metas e programas  contidos nos documentos do  FORO DE SÃO PAULO, montado pelas esquerda da América Latina, cujo objetivo maior, e fundar  uma associação de países comunistas  socialistas para  dominar  a   América Latina…….A partir daí comecei  a pesquisar junto a amigos, colegas políticos, e a surpresa aumentou……

ATENÇÃO….. ” FORO DE SÃO PAULO, O MAIOR INIMIGO DO BRASIL”……Diz o jornalista FELIPE MOURA…..

A   MAIORIA DO POVO NÃO SABE O QUE É O  —  FORO  DE SÃO  PAULO  –.  O blog do FELIPE MOURA – (VEJA) dá em detalhes o que quer fazer , como é composto, e o que pretende o PT em suas metas  com o destino da REPUBLICA FEDERAL DO BRASIL…..vejam….

24/03/2014

às 21:29 \ América Latina

Conheça o Foro de São Paulo, o maior inimigo do Brasil

Lula_e_FidelO maior inimigo do Brasil e do continente nas últimas décadas precisa ser identificado pelos homens de bem deste país, de modo que reúno abaixo o mínimo que você precisa saber a respeito para se informar e educar os amigos, compartilhando este link nas redes sociais.

Fundado em 1990 por Lula e Fidel Castro — por ideia de Lula, segundo ele mesmo declarou (o que nunca é de todo confiável) em maio de 2011 [ver Vídeo 5] —, o “Foro de São Paulo é a mais vasta organização política que já existiu na América Latina e, sem dúvida, uma das maiores do mundo. Dele participam todos os governantes esquerdistas do continente. Mas não é uma organização de esquerda como outra qualquer. Ele reúne mais de uma centena de partidos legais e várias organizações criminosas ligadas ao narcotráfico e à indústria dos sequestros, como as Farc e o MIR chileno, todas empenhadas numa articulação estratégica comum e na busca de vantagens mútuas. Nunca se viu, no mundo, em escala tão gigantesca, uma convivência tão íntima, tão persistente, tão organizada e tão duradoura entre a política e o crime”, como escreveu em 2007 o filósofo Olavo de Carvalho, autor do best seller idealizado e organizado por mim, O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota.

Por quase duas décadas, os jornais e supostos oposicionistas brasileiros esconderam do grande público a existência do Foro de São Paulo, descoberto pelo advogado paulista José Carlos Graça Wagner, que o denunciou publicamente em 1º de setembro de 1997, e não faltou quem rotulasse seus denunciadores como “teóricos da conspiração”. De uns anos para cá, quando o Foro já tinha feito e desfeito governos em toda a América Latina, elegendo presidentes dos países do continente cerca de 15 membros da organização, seu nome começou a aparecer aqui e ali em reportagens, como se o Foro fosse apenas uma entidade como outra qualquer.

Vamos ver se é mesmo? Vem comigo.

_______________________________________________________________

VEJAM OS DETALHES DOS OBJETIVOS TEÓRICOS DO FORO DE SÃO PAULO PUBLICADO  – SITE  : EPOCH  TIMES –  Um jornal a Serviço da Verdade – :

Luís Inácio Lula da Silva é um dos fundadores do Foro de São Paulo (Reprodução)
”  Foro de São Paulo, pacto para implementação do comunismo na América Latina
Os membros do Foro de São Paulo recebem ordens do regime dos Castro
Por Ricardo Puentes Melo, Periodismo Sin Fronteras em Brasil – Política
5K
Luís Inácio Lula da Silva é um dos fundadores do Foro de São Paulo (Reprodução)

Luís Inácio Lula da Silva é um dos fundadores do Foro de São Paulo (Reprodução)

São várias as táticas do Foro de São Paulo para submeter toda a América Latina aos caprichos de uma elite política comunista afeita ao terrorismo, ao narcotráfico, ao criminoso revisionismo histórico e jurídico, e a farsas como o indigenismo, a “teologia” da “libertação”, o ambientalismo e as teses racistas do “movimento negro”.

Eu não tenho nenhuma dúvida. O que acontece na Venezuela hoje, e o que está acontecendo na Colômbia, tem um selo inconfundível: Foro de São Paulo. Muitos ouviram falar desta organização, mas poucos sabem acerca de sua real periculosidade.

O Foro de São Paulo foi criado em 1990 por Fidel Castro, com o propósito de ser um aparato unificador do comunismo em toda a América Latina. Sua intenção foi dar um novo alento ao regime comunista de Cuba após a queda do muro de Berlim e a descida em picada da União Soviética. A idéia, em 1990, era tomar inicialmente o controle de dois países poderosos da América Latina: Brasil e Venezuela, para desde lá financiar a rendição do resto da América Latina aos pés do castro-comunismo.

Sendo o Foro de São Paulo uma organização decisiva, necessita dentro de cada país do apoio resoluto de organizações não-governamentais que são as que oferecem o músculo político e que, por sua vez, são apoiadas por organizações internacionais com aparência de legalidade. São milhares e milhares destas organizações com os mais variados fins em sua superfície: feministas, ambientalistas, coletivos de advogados, defensores de Direitos Humanos, homossexuais, indigenistas, ativistas de todo tipo. Junto a estas ONG’s, estão os meios de comunicação que se mobilizam em massa para defender os interesses destas organizações e, portanto, do Foro de São Paulo.

Tudo isto consegue importante apoio popular, uma vez que o castro-comunismo tem um controle muito mais importante que todos os mencionados, um controle cuja existência poucos reconhecem: a ideologia. O castro-comunismo encontra-se por toda nossa América Latina, infiltrado em universidades, colégios, grêmios de artistas e intelectuais, academias. Dali controlaram a ideologia que guia todos os seus fins perversos, implantam as premissas filosóficas do indigenismo, da etnicidade, com a idéia torcida de que o homem é definido por sua raça, por sua linha sangüínea, em vez de sê-lo pela capacidade de raciocinar. A etnicidade e o indigenismo foram utilizados para fragmentar as nações onde quer que tenham a má sorte de ter membros do Foro de São Paulo, quer dizer, toda a América Latina.

A Colômbia, por exemplo, baseou sua Constituição de 1991 (idealizada e realizada pelo terrorismo do M-19 dirigida pela mão de Castro) nestas premissas excludentes, com o fim de criar zonas, regiões onde o comunismo possa atuar livremente, burlando a soberania das nações. Dali saem as Zonas de Reserva Camponesas e os territórios autônomos das negritudes [1]. A ideologia castrista é a confluência da esquerda e dos grupos terroristas de toda Ibero-América. Essa ideologia é uma mistura de indigenismo, teologia da libertação e ambientalismo. Porém, todos têm em comum a defesa da Cuba castrista.

Os membros do Foro de São Paulo recebem ordem de realizar manifestações, marchas patrióticas [2], exercer pressão política internacional e enviar ajuda financeira ao regime dos Castro. Os que chegam a aceder a órgãos de poder em seus respectivos países, também cumprem com esta religiosa obrigação. O financiamento do Foro de São Paulo, para o caso da Colômbia, vem do narcotráfico. Aí temos o cartel das FARC. Vejamos como começou a suceder isto.

Quando desmoronou-se a União Soviética e acabou-se o financiamento da Internacional Socialista, os funcionários cubanos de Castro advertiram aos membros do Foro de São Paulo que deviam adotar “o modelo do M-19”. Quer dizer, assegurar sua auto-gestão por meio do narcotráfico. Daí o afã de legalizar as drogas, daí o afã de legalizar os narcotraficantes das FARC, daí o afã em destruir o Exército e beneficiar as zonas de reserva camponesa, corredores de mobilidade e narcotráfico destes bandidos. Sabendo que o Partido Comunista Cubano impulsionou a fundação do Foro de São Paulo, depois que o comunismo soviético se desintegrou, os grupelhos e ONG comunistas viram perigar sua sobrevivência financeira. Em 1990 o Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil faz a Primeira Conferência, e ali participaram 40 organizações e partidos de 13 países da Ibero-América e do Caribe. Seu fim: discutir como revisar a estratégica comunista revolucionária em meio à crise do socialismo em todo o mundo. Hoje também utilizam a mineração ilegal, com lucros astronômicos, para financiar o terrorismo e a ideologia nos países da Ibero-América.

A princípio o Foro de São Paulo era algo assim como uma Frente Patriótica encarregada de propor ações. Porém, em pouco tempo Castro consolidou o Foro como uma estrutura de comando bem centralizada, encabeçada pelos mais perigosos grupos terroristas da América Latina, com o propósito de reconstruir a caduca Internacional Socialista neste hemisfério, sob a direção de Cuba. E isto não digo eu, foi estabelecido no Congresso Intercontinental em janeiro de 1996. Antes, em 1991, se elaboraram os estatutos e elegeram-se os diretores. Vejam bem: Partido Comunista de Cuba, Partidos dos Trabalhadores (Brasil), Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (El Salvador), Movimento Bolívia Livre, Partido da Revolução Democrática do México, os Tupamaros do Uruguai. Em 1992 entraram nas direções a União Revolucionária Nacional Guatemalteca, um grupo de terroristas que seguem as idéias do Sendero Luminoso.

Já em 1995 somaram-se à direção do Foro os grupos narcoterroristas da Colômbia: FARC, ELN e M-19, (aparentemente desmobilizado), o Partido Laborista de Dominica, o Partido Revolucionário Democrático do Panamá e outros [3].

A agenda comum do terrorista Foro de São Paulo

O Foro de São Paulo tem uma agenda comum para a tomada do poder. Uma agenda que Luiz Inácio Lula da Silva, tão admirado por Henrique Capriles, ajudou a desenhar. A agenda consiste em: trabalhar pela Soberania Limitada. Em dezembro de 1992, Human Rights Watch revelou um projeto que vinham trabalhando. Chamava-se “Redefinindo a soberania”, que diz que a soberania “não deve ser um escudo atrás do qual os governos ou grupos armados possam se esconder”. Esse projeto argumenta que a soberania deve tomar o assento de trás na “ação hemisférica coletiva, no monitoramento das eleições, na resolução de conflitos, na supervisão de diálogos e acordos de paz, e na defesa dos direitos humanos”, mediante a supervisão e controle da OEA, da ONU, da Cruz Vermelha, Human Rights Watch, ou qualquer outra organização supra-nacional.

O projeto de 1992, que já está em curso, diz que “as nações do hemisfério devem promover ativamente a solução negociada dos conflitos guerrilheiros que ainda existem na América Latina”. Quer dizer, promove-se diálogos e acordos para suscitar a impunidade dos terroristas e os mecanismos para permitir o acesso ao poder com os terroristas, aliados e membros do Foro de São Paulo.

O modelo para conseguir isto, disseram em 1993, é o impulso de “Diálogos de paz” mediante o qual conseguem-se enormes vitórias políticas, não conseguidas no campo da batalha armada, e o desmantelamento oculto do Exército. Assim fizeram nas “negociações de paz” de El Salvador, onde as Nações Unidas serviram de intermediárias para a tomada do poder por parte dos narcoterroristas da Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (FMLN).

Isto vai acompanhado, obviamente, de outras táticas: o exercício de uma “Comissão da Verdade” que publique mentiras como se fossem verdades oficiais. Aqui (na Colômbia) o M-19 pediu uma Comissão da Verdade que teve muito êxito, tanto que os terroristas andam soltos, impunes, exercendo cargos públicos e fazendo política, enquanto os militares que nos salvaram desta atrocidade estão presos, condenados pelo resto da vida às masmorras. E já vimos na Colômbia o informe da Comissão da Memória Histórica [4], dirigida por Gonzalo Sánchez.

Desmilitarização

O FSP diz que as nações da Ibero-América devem “redefinir a missão” de suas Forças Armadas e reduzir violentamente os orçamentos militares. Isto, ao tempo em que deve-se re-educar os militares, introduzindo-os à ideologia marxista. Por isto é que vemos personagens como Alejo Vargas, Gonzalo Sánchez, León Valencia e outros da mesma espécie, dando aulas aos oficiais de nossas Forças Militares. Carlos Gaviria, Venus Albeiro Silva e Jorge Robledo, do Polo Democrático, são membros do Foro de São Paulo, como Piedad Córdoba, do Partido Liberal e Marcha Patriótica, grupo político das FARC, também do FSP. O Foro de São Paulo disse em 1993, na declaração final de seu IV Encontro em Havana: “As Forças Armadas constituem uma das ameaças mais sérias à construção da democracia política na América Latina”. Tomas Borge, sandinista e membro do FSP disse que “os exércitos servem para dar golpes de Estado e para reprimir o povo (…) São um câncer em nossos países (…) não há razão para que continuem existindo”. Lula da Silva, admirado profundamente por Capriles, disse em 1994: “Creio que já temos forças armadas suficientes no mundo (…) Temos que diminuir o aparato militar”.

Legalização das drogas

O FSP diz que a guerra contra as drogas é um fracasso absoluto e que “devido a que os narcóticos são um problema tão formidável, deve-se examinar um grau amplo de alternativas, inclusive a legalização seletiva”. Já desde 1995 Evo Morales, nessa ocasião chefe da CAPHC, disse que aqueles que lutam contra o narco-tráfico têm uma “mentalidade hitleriana”, e que “defender a coca é defender a dignidade da soberania nacional”. Rigoberta Menchú, a estrela reluzente do comunismo indigenista, pediu então a Evo que lhe preparasse um documento que ela apresentaria ante a ONU para demonstrar que a coca é “um recurso natural e cultural dos povos andinos”, e para exigir “uma ação urgente da ONU para defender seu cultivo e consumo”. Façam-me o favor!

Política econômica

O FSP defende os acordos de livre comércio, os TLC, sem restrições de nenhuma ordem. Por que? Porque eles restringem a soberania nacional. A intenção oculta destes TLC indiscriminados é limitar a eleição soberana das nações contratantes a fim de alcançar benefícios estabelecidos de comum acordo. Quer dizer, o comunismo castrista ataca no papel o livre comércio do neo-liberalismo, porém compartilha totalmente seu enfoque. Apóiam o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a entrega da soberania a organizações internacionais de política econômica. Lula da Silva, admirado por Capriles, disse que “deve-se apoiar isto porque é socialismo prático, para se adaptar à realidade mundial”. Navarro Wolf, do M-19, diz que “louvo o Fundo Monetário Internacional por ter posto disciplina no manejo monetário, e isso ajuda na integração”. “Eu diria – disse Navarro – que essa é a parte positiva do neoliberalismo que forçou os empresários a ser mais responsáveis”.

Apoio ao regime de Castro

Embora pareça estranho a vocês, há funcionários norte-americanos afeitos aos Castro. Fazem lobby para adiantar negociações nos bastidores com o regime dos Castro com a finalidade de normalizar as relações com os Estados Unidos. O argumento com o qual baseiam tais pretensões, é que“o regime de Castro já não é uma ameaça de segurança convencional e ideológica para nenhum país vizinho, e certamente não para os Estados Unidos”.“Além disso – diz o informe de 1995 – Cuba reduziu sua interferência nos assuntos de outras nações”. Isso disseram em 1995. Perguntem hoje à Venezuela, perguntem à Colômbia!

Dizem os propagandistas do FSP que os candidatos de esquerda “não procuram usar a democracia como uma via para o socialismo”. Perguntem à Venezuela… Perguntem à Colômbia! Dizem também que – e isto Jorge Dominguez, membro do Grupo Especial de assuntos com Cuba, disse em 1993: “Qualquer dúvida que alguém possa ter sobre qualquer dos candidatos (da esquerda do FSP) é pueril, eles não estão fazendo agora o que faziam antes. Navarro Wolf não está disparando em mais ninguém, não está colocando bombas por aí. O mesmo se aplica a uma variedade de outros grupos que deixaram a violência…”. Isso Dominguez disse em 1993… e isso mesmo dizem hoje os terroristas disfarçados com terno e gravata.

Os guerrilheiros de hoje são camponeses, políticos e intelectuais de dia, enquanto que na escuridão seguem ameaçando a democracia da Colômbia, planejando atentados, traficando com coltán ou com coca, ordenando assassinatos seletivos, planejando emboscadas, atentando contra opositores ao regime de seus afetos. E fazem tudo cobertos com o guarda-chuva da legalidade.

Então, queridos amigos, a ameaça que se encerra sobre as nações da América Latina, já majoritariamente conquistados pela supranacional narcoterrorista chamada Foro de São Paulo, é algo palpável e espantoso. Já nos tiraram o mar territorial, vão pelo arquipélago de San Andrés, pelo Urabá, pela Guajira e pelo Catatumbo, todas regiões vitais para seu projeto expansionista e criminal.

Já caiu a Venezuela. A Colômbia se mantém de pé, apesar do camarada Santos, cognome “Santiago”. Porém, não por muito tempo. Outras novas anistias e indultos já estão às portas do forno para os piores criminosos da Colômbia, para os mais apátridas e sanguinários. Já deram aos do M-19 e hoje temos os resultados: perseguição judicial infame contra os melhores combatentes de nossas Forças Militares, solapamento de nossos valores, controle sobre o sistema educacional e judiciário, controle de universidades e colégios, prefeituras, governadores de estado e institutos descentralizados para usar os recursos públicos como caixa menor do terrorismo. Também se converteram em referências morais e ideológicas, e isto aceitamos como se fosse assunto de pouca monta. Já caiu a Venezuela. E o golpe final para a Colômbia culminará em Juan Manuel Santos e seu sinédrio de traidores, com cúpula e tudo, ao entregar nosso amado país nas fauces dos criminosos das FARC que, do mesmo modo que os do M-19, se converterão em nossos congressistas, nossos prefeitos, nossos professores, nossos líderes espirituais, nossos exemplos de virtude, decência e honestidade. Que tragédia…

Notas da tradutora:

[1] Equivalente às nossas “Comunidades Quilombolas”

[2] Aqui temos o “Grito dos Excluídos”

[3] Ver meu artigo: “Os Santos e sua militância castro-comunista” (nota do autor).

[4] Ver “As Forças Militares devem escrever a Memória Histórica do Conflito”

Tradução: Graça Salgueiro

Periodismo Sin Fronteras

INACREDITÁVEL…EVO MORALES MANDÃO DA BOLÍVIA MANDA SACRIFICAR CAVALOS POR SEREM SÍMBOLOS DA COLONIZAÇÃO ESPANHOLA….

É DE NÃO ACREDITAR….LI ESTUPEFATO…..MALUCOS NO PODER DÁ NISSO AÍ…….A notícia é do site  ” ELDEFORMA.COM  ” (em espanhol), e corre no facebook. O “inteligente” do EVO MORALES,pelo jeito quer uma Bolívia e  um povo boliviano sem as marcas de origem da colonização espanhola. Como o cavalo foi um dos maiores ícones de mobilidade de guerra dos conquistadores  espanhóis na nação Inca, o EVO decretou que todos os cavalos da Bolívia devem ser sacrificados, pois lembram uma fase triste para os bolivianos……Ele quer que o povo use as LHAMAS peruanas  como substitutas dos cavalos de origem espanhola…….

EVO MORALES, EN CAMPAÑA PERPETUA EVO MORALES . Em campanha contra os cavalos europeus.

PERGUNTA:  e  os descendentes BRANCOS , dos conquistadores que estão na Bolívia, entram na etapa seguinte de sumiço ?   E os automóveis de  origem dos países capitalistas, devem desaparecer também?   Morro e não vejo tudo….

https://i1.wp.com/www.correiodecorumba.com.br/arquivo/agr_cesar_senador_cuiaba.jpg

Um cavalo boliviano…..

LÍDERES DO PT DO PARANÁ…..COMPLICAM-SE COM PRISÃO DO RICARDO HOFFMANN, PRIMO DA SENADORA GLEISI DO PT……

A MATÉRIA FOI PUBLICADA NO SITE DO -UCHO.INFO –  A Marca da Notícia.  Sem delongas vejam a publicação “in totum”.  Caso o HOFFMANN caia na delação premiada,  pode sobrar para muitos caciques do PT, PMDB e etc…. das araucárias……Vejam…..

Primo de Gleisi, sócio de Vargas e chefe de campanha de Requião, homem-bomba fará delação

ricardo_hoffmann_02Fazendo figa – Clima de mais puro terror instalou-se no meio político do Paraná. O publicitário Ricardo Hoffmann que, graças às suas “boas relações políticas”, tornou-se “dono” de algumas das maiores contas publicitárias do governo federal, entre elas a da Caixa Econômica Federal e a do Ministério da Saúde, não suportou a pressão do cárcere e decidiu aderir à delação premiada.

Hoffmann é gaúcho, mas fez carreira no Paraná, onde se relacionou de forma muito próxima com alguns dos políticos mais importantes do estado. É primo da senadora petista Gleisi Hoffmann (apontada pelo Ministério Público como receptora de R$ 1 milhão em recursos de caixa 2), foi uma espécie de sócio informal do ex-deputado André Vargas (ex-PT), preso na esteira da Operação Lava-Jato por associação com o doleiro Alberto Youssef, com o objetivo de praticar crimes variados contra o erário. Ricardo Hoffmann também foi comandante de duas campanhas vitoriosas do senador Roberto Requião ao governo do Paraná e, segundo comenta-se, mandava e desmandava no governo do peemedebista.

Ricardo Hoffmann foi preso sob a acusação de usar fornecedores da agência da qual era vice-presidente em Brasília, a Borghi Lowe, para fazer repasses de R$ 3,17 milhões para uma empresa controlada por André Vargas, que deixou o PT no ano passado e está órfão de partido. Vargas tinha influência no Ministério da Saúde e na Caixa Econômica Federal (CEF), segundo os investigadores da Operação Lava Jato, e recebeu o suborno por ter ajudado a agência a conquistar as duas contas. O deputado também está preso em Curitiba desde o dia 10.

Procuradores e delegados da Polícia Federal que atuam na operação suspeitam que o esquema encontrado nesses dois órgãos, no qual produtoras de publicidade faziam o repasse do suborno a mando da agência, seja comum em outros órgãos públicos. Entre as empresas que fizeram pagamentos a Vargas por ordem do publicitário, estão produtoras conhecidas como a 02 Filmes Publicitários, que tem como sócio o diretor Fernando Meirelles, de “Cidade de Deus”, e a Conspiração, que produziu o filme “2 Filhos de Francisco”.

Com expectativas no mínimo fatídicas, o PT do Paraná acompanha à distância a decisão de Ricardo Hoffmann de fazer delação premiada. O partido saiu devastado das eleições de 2014 e poderá ter sua bancada reduzida a praticamente zero quando as investigações terminarem. André Vargas, que foi coordenador das campanhas de Gleisi Hoffmann, também financiou a eleição de todos os deputados do PT do Paraná.

A delação que está para ser selada pelo publicitário pode ter consequências imprevisíveis para Gleisi e para o senador Roberto Requião, que até então vinha surfando nas ondas lamacentas do escândalo do Petrolão. Requião corre o risco de ter sua relação com Ricardo Hoffmann esmiuçada durante o desenrolar da delação premiada, o que está sendo considerado como uma bomba de efeito retardado.

ELEIÇÃO A VEREADOR DE 2016 PODE SOFRER ALTERAÇÃO COM VOTO DISTRITAL…

ALÔ PARTIDOS POLÍTICOS E VEREADORES. A eleição de 2016 poderá  instituir o voto distrital.  Alteração da lei atual passou no  Senado,  e vai para a Câmara Federal, e se passar lá antes de outubro deste ano a lei vale para a eleição de 2016….Altera-se tudo….Vejam….

CCJ do Senado aprova voto distrital em eleição para vereador

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira um projeto de lei que pode baratear as campanhas e aproximar os eleitores de seus representantes. A medida institui o voto distrital para vereador nas eleições em cidades com mais de 200.000 eleitores. O texto tem caráter terminativo e segue para a Câmara dos Deputados.

Os únicos votos contrários ao projeto do senador José Serra (PSDB-SP) foram José Pimentel (PT-CE), Humberto Costa (PT-PE) e Marcelo Crivella (PRB-RJ). Até a petista Gleisi Hoffmann (PR) votou a favor do texto. Ela se fiou no compromisso, assumido pelo líder peemedebista, Eunício Oliveira (CE), de que o PMDB aceita debater a adoção do voto distrital misto quando a discussão ocorrer na Câmara. Eunício foi o relator da matéria na CCJ e deu parecer favorável ao texto de Serra.

As ruas pedem reforma política. Mas não a do PT

Pela proposta do tucano, os municípios onde vigorar o novo sistema terão um número de distritos eleitorais idêntico ao número de vagas na Câmara de Vereadores, de forma que os eleitores de cada distrito escolhem um representante em votação majoritária. Cada partido ou coligação poderá lançar apenas um candidato por distrito. Além disso, o vereador eleito por uma determinada região levará consigo um suplente.

“A solução para tal crise de representatividade das instituições democráticas passa pela revisão do sistema eleitoral. A forma de escolha dos candidatos é parte essencial do jogo democrático”, afirmou o tucano ao defender o projeto.

A ideia é usar as eleições municipais como um teste para o novo modelo, que pode ser replicado também nas eleições para deputado federal e estadual. “Esses noventa e poucos municípios nos quais seria adotado o novo sistema eleitoral abrigam mais de trinta por cento do eleitorado brasileiro, e, por serem capitais e grandes centros, constituem excelente referência para a experimentação e educação política do povo brasileiro”, argumentou Eunício.

Além disso, a troca no sistema de eleição de vereadores não exige mudança na Constituição, ao contrário do debate sobre o voto distrital para parlamentares estaduais e federais. Serra defendia que uma consequência direta da medida deveria ser a extinção do horário eleitoral para vereadores nas cidades com mais de 200.000 eleitores. Mas o relator retirou essa menção do texto, e foi acompanhado pelos colegas de CCJ.  ”

PETROBRAS…NA CORRUPÇÃO……… COM PREJUÍZO DE R$ 21,6 BILHÕES…..

PETROBRAS DILAPIDADA PELA CORRUPÇÃO DO PT E CIA, DIVULGA PREJUÍZO.  A matéria está no UOL…Vejam mais esta cacetada contra o bolso dos contribuintes, que deverão pagar mais esta conta de  12 anos de  lulopetismo no país…….

(Refinaria Abreu e Lima. Prejuízo superfaturada na corrupção PT e Cia. em mais de R$ 18 bilhões de reais)

Petrobras tem perdas de R$ 6,2 bi com corrupção e prejuízo de R$ 21,6 bi

Do UOL, em São Paulo

A Petrobras (PETR3, PETR4) calculou em R$ 6,194 bilhões as perdas com pagamentos indevidos descobertos pelas investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. A estatal também reduziu o valor de seus bens em R$ 44,3 bilhões, após ter reavaliado uma série de projetos, principalmente a Refinaria Abreu e Lima e o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

Com isso, a empresa registrou um prejuízo de R$ 21,587 bilhões em 2014, em comparação com lucro de R$ 23,57 bilhões obtido em 2013. O prejuízo foi de R$ 5,339 bilhões no terceiro trimestre e de R$ 26,6 bilhões no quarto trimestre do ano passado.

O cálculo das perdas com corrupção foi baseado em informações da investigação do Ministério Público Federal, segundo a empresa.

A estatal divulgou nesta quarta-feira (22) os resultados do terceiro e do quarto trimestre do ano passado, auditados pela consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC). A apresentação foi feita após reunião do Conselho da estatal, na tarde desta quarta, e foi seguida por entrevista coletiva com a imprensa…………………………………………………………………………………………………………………………

ECA – ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE…. É MESMO UMA FICÇÃO….A FALÊNCIA É TOTAL NO RIO DE JANEIRO….

MENORES CONDENADOS NO RIO DE JANEIRO SERÃO SOLTOS….POR FALTA DE VAGAS NOS CENTROS DE DETENÇÃO….PODE ?  Esta é a CERTIDÃO DE FALÊNCIA do ECA,  emitida  pelo Governo do Rio de Janeiro e pelo próprio Poder Judiciário.  Neste país de  “faz de conta”, onde os governantes fingem que estão dando soluções aos problemas sociais e o povo, hoje nas ruas, discorda , mas….. de nada adianta……Cada vez mais surgem provas da FALÊNCIA DO PODER DE GERENCIAMENTO DO ESTADO, e a situação só tem piorado.  O Poder Público no Brasil, faliu no gerenciamento dos serviços públicos e fim……

A FALÊNCIA TOTAL DO – ECA –  NO RIO DE JANEIRO.  Pasmem…..No Rio de Janeiro, há NOVE anos atrás, o Ministério  Público fez um ajuste de conduta dom o Governo do Estado do Rio de Janeiro, para construção de nove novas unidades de detenção de menores condenados (E SÓ CONSTRUIU  DOIS),  DEVIDO AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DE SUPERLOTAÇÃO na época…..

DINHEIRO PARA FESTAS – TIPO PÃO  E CIRCO -…. TEM AOS BILHÕES.  Hoje após estes nove anos, o Governo do Estado carioca, que GASTA BILHÕES EM ESTÁDIOS DA COPA, ESTÁDIOS DOS  JOGOS PAN AMERICANOS (HOJE ABANDONADOS) E GASTA HOJE, NESTE INSTANTE, MAIS UNS BILHÕES NAS OLIMPÍADAS  MUNDIAIS,  NÃO TEM GRANA PARA CONSTRUIR CENTROS DE DETENÇÃO PARA RECUPERAR OS MENORES CARIOCAS  ? ?

SOLUÇÃO…..NA SUPERLOTAÇÃO….QUE  VÃO PARA A RUA…..A solução do liberou geral, foi adotada pela Justiça do Rio de janeiro,para suprir as deficiências dos desmandos dos péssimos governantes, SERGIO CABRA (PMDB) e o Mr. PEZÃO.   Vejam a decisão desta FALÊNCIA TOTAL do ECA na “Cidade Maravilhosa”….mui maravilhosa…(Ref. R 7 Notícia)…..

 (Em São Paulo….)

MPRJ recorre de decisão após juíza mandar soltar menores infratores

Em entrevista ao site do TJ-RJ, magistrada disse que cumpriu o que determina a lei

”  Desembargador Siro Darlan e a juíza Cristiana de Faria Cordeiro disseram que estranharam repercussão negativa de decisão Divulgação / TJ-RJ

O MPRJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) recorreu das decisões proferidas pela juíza Cristiana Cordeiro de libertar menores infratores com base nas reavaliações das medidas socioeducativas, realizadas nos últimos mutirões no Rio de Janeiro.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do MPRJ na noite desta segunda-feira (20). O MPRJ também apresentou à Justiça uma representação criminal contra a magistrada por ela ter descumprido decisão liminar da desembargadora Mônica Sardas que determinava a não realização da audiência de reavaliação dos menores.

O coordenador da Cevij (Coordenadoria Judiciária de Articulação das Varas da Infância e da Juventude e Idoso), desembargador Siro Darlan e a juíza titular da 7ª Vara Criminal da Comarca de Nova Iguaçu/Mesquita, Cristiana de Faria Cordeiro, afirmaram, que a decisão tomada pela juíza em soltar adolescentes infratores durante a realização de três audiências realizadas pela Vara da Infância cumpriu o que determina a lei, de acordo com o CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Ao site do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, os magistrados disseram ter estranhado a repercussão negativa da decisão na mídia, ressaltando que todos os Estados do País seguem o mesmo modelo e que o Rio de Janeiro estava atrasado em relação às avaliações dos menores que cumprem medidas socioeducativas. Eles também criticaram a lei que tramita no Congresso para redução da maioridade penal.  ”