Archive for 20 de Maio, 2015

JANENE NÃO MORREU…..CPI SUPEITA QUE ELE ESTÁ “VIVINHO DA SILVA”………

JANENE NÃO MORREU ?  Esta é a dúvida que ronda a Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Federal, que investiga em Curitiba a roubalheira em cascata que ocorreu na Petrobras.  Para conferir esta dúvida, a Comissão vai proceder a exumação dos restos mortais do sepultado, para conferir na base do DNA a veracidade da morte do JANENE,  e assim tirar as dúvidas de boatos que chegaram até a esta CPI de que o JANENE estaria  “vivinho da silva “.

  JOSÉ  JANENE

ORIGEM DA DÚVIDA SOBRE A MORTE DO EX-DEPUTADO JANENE  MENTOR E CRIADOR DA TECNOLOGIA DA CORRUPÇÃO NA PETROBRAS…..  As suspeitas de que JANENE poderia estar vivo, são decorrentes  de dois fatos……O primeiro seria o fato  de JANENE ter sido transferido para São Paulo e lá ficar internado  em hospital particular,  e o segundo estaria no fato de que o caixão em que foi sepultado o JANENE, estaria lacrado o que impediu de que se pudesse conferir  a imagem do morto.

Anúncios

DILMA DERROTADA NA INDICAÇÃO DO EMBAIXADOR GUILHERME PATRIOTA………

EMBAIXADOR  ESQUERDISTA  INDICADO PELA DILMA PARA A OEA – ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS REJEITADO NO SENADO FEDERAL. A DILMA (PT) emplacou o FACHIN como ministro  do STF, mas, perdeu na indicação do embaixador de esquerda GUILHERME  PATRIOTA. Vejam os detalhes da VEJA….

Senado rejeita indicado de Dilma para OEA

Por: Gabriel Castro, de Brasília19/05/2015 às 18:26 – Atualizado em 19/05/2015 às 18:53

Guilherme Patriota
Guilherme Patriota(IISD/Earth Negotiations Bulletin/Divulgação)

O Senado rejeitou nesta terça-feira o nome do embaixador Guilherme Patriota para aEMBAIXADOR representação brasileira na Organização dos Estados Americanos (OEA). Ele teve 38 votos contrários e 37 favoráveis, em deliberação secreta. Era necessário o apoio de 41 senadores para referendar a indicação.

Patriota é irmão do ex-chanceler Antônio Patriota e é conhecido pelas posturas políticas radicais. É um defensor, por exemplo, do regime autoritário da Venezuela. Mas a rejeição também pode ser atribuída à insatisfação de aliados com o governo de Dilma Rousseff. O resultado apenas aumenta a incerteza sobre indicação de Luiz Edson Fachin para o Supremo Tribunal Federal (STF).

“É a primeira vez na história que um diplomata de carreira é rejeitado pelo Senado Federal. Acho simplesmente um fato lamentável o que aconteceu no Senado Federal”, protestou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). Renan Calheiros respondeu: “Para além de ser um fato lamentável, é uma decisão do Senado Federal que tem que ser respeitada”.