GOVERNADOR DO PT DE MINAS GERAIS E ESPOSA…….POLÍCIA FEDERAL FEDERAL APERTA O CERCO……

ESPOSA DO GOV.  PIMENTEL DO PT MINEIRO COMPLICADA EM CORRUPÇÃO DE R$ 500  MILHÕES.  A Polícia Federal esta apertando cada vez mais o cerco contra a família do governador do PT PIMENTEL, em vista de mais um mega escândalo de corrupção calculado em R$ 500 MILHÕES DE REAIS, acusação esta que envolve até contratos não executados, e com  valor recebido……..Será que esta linda e distinta senhora não foi usada COMO UMA BAITA “LARANJONA” ?   Se foi LARANJA……..  quem estaria por trás desta mega fortuna conseguida de modo fajuto, com  grana pública ? 

NOVENTA MANDADOS  DE PRISÃO PREVISTO NESTA OPERAÇÃO LIMPA MINAS…. Ao que tudo indica, o nome dela foi usado como  “laranja”  neste esquema, pois outros estão envolvidos, desde  deputados do PT e outros mais,  já que  R$ 500 milhões, obviamente não é para ser  dividido para uma ou duas pessoas…..é muita grana e por isto envolve muita gente………Vejam a matéria publicada na VEJA . COM….

PF faz buscas na casa da primeira-dama de Minas

Apartamento onde morava Carolina Oliveira, mulher do governador Fernando Pimentel (PT), é um dos alvos dos mandados expedidos na Operação Acrônimo

29/05/2015 às 15:33 – Atualizado em 29/05/2015 às 18:45ESPOSA

Carolina Oliveira, esposa do governador de Minas Gerais Fernando Pimentel do PT
Carolina Oliveira, esposa do governador de Minas Gerais Fernando Pimentel do PT(Carlos Alberto/Imprensa MG/Divulgação)

”  A Polícia Federal cumpriu nesta sexta-feira, em Brasília, mandado de busca e apreensão em um imóvel que até o ano passado era ocupado por Carolina Oliveira, mulher do governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT). A ação policial faz parte dos 75 mandados expedidos para buscas na capital federal durante a Operação Acrônimo, que investiga um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo pessoas ligadas ao ex-governador e à campanha petista ao Palácio Tiradentes.

O empresário Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, conhecido operador de campanhas petistas, foi uma das pessoas presas nesta sexta-feira em flagrante pela Polícia Federal. Bené, como é conhecido, já havia sido levado à Polícia Federal em outubro do ano passado após seu avião ser flagrado com mais de 100.000 reais em dinheiro vivo. Desde outubro a PF investigava a origem do dinheiro e, nesta sexta-feira, prendeu Bené, o ex-assessor do Ministério das Cidades Marcier Trombiere, Pedro Augusto de Medeiros, apontado como laranja do esquema, e Victor Nicolato, sócio do empresário.

Nas ações policiais, também houve buscas em um endereço do ex-deputado federal Virgílio Guimarães (PT-MG), aliado do governador Pimentel, e de um dos filhos dele. Ao todo, a PF cumpre noventa mandados de busca em Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal.

“A investigação iniciou-se em 7 de outubro de 2014 em uma apreensão realizada no aeroporto de Brasília em que se contatou que três pessoas estavam transportando mais de 110.000 reais em espécie. Elas foram conduzidos até a PF, o dinheiro, apreendido e elas ouvidas e liberadas. A partir daí a investigação conseguiu provar o desvio de recursos públicos de contratos do governo federal com sobrepreço e inexecução de contratos”, disse o delegado Dennis Cali. De acordo com o delegado, por enquanto não há investigações contra autoridades com foro, como o governador.  ”

(Com Estadão Conteúdo)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: