Archive for 22 de Agosto, 2015

REINALDO AZEVEDO DA VEJA…….ANALISA ATO DOS MILITANTES DO PT NAS RUAS…….

PT DE HOJE ……IGUAL A BOLO QUE “ABATEU”……O PT de outrora, fora do poder, chegou a agregar milhares de militantes que iam para as ruas, com fé, com esperança……Hoje, perdida a esperança,  a maioria caiu fora do PT, que conta tão somente com sindicalistas  profissionais e alguns militantes de partidos comunistas aliados, e alguns trabalhadores desempregados das periferias dos grandes centros remunerados por dia, para “militar”…..O jornalista da Veja Reinaldo Azevedo analisou a última aparição do PT nas ruas, para o ato ……”FICA dILMA”….Vejam……

21/08/2015

PT perde as ruas e se torna um partido contra o povo. Ou: Medida do sucesso do governo Dilma é não cair. É patético!

Um partido contra o povo brasileiro. Eis o PT, no que é um fim merecido e melancólico. Grupos que não dispõem nem de aparelhos nem de recursos que não a força de seus integrantes puseram na rua, no domingo, quase 700 mil pessoas. O PT, as demais legendas de esquerda, os sedizentes movimentos sociais, sindicatos e centrais conseguiram juntar, segundo as PMs, 73 mil no país inteiro — pouco mais de 10% do que aqueles que pediram publicamente a saída de Dilma Rousseff.

Eis aí os revolucionários de Vagner Freitas e Guilherme Boulos, que tiveram o topete, cada um a seu tempo, de fazer ameaças. O primeiro propôs recorrer às armas para defender Dilma e Lula; o outro sugeriu uma guerra dos pobres contra a população dos Jardins, em São Paulo. Eis as esquerdas de hoje: trocaram o antigo conceito de luta de classes por briga campal, por arranca-rabo. É patético!

E olhem que Rodrigo Janot, o procurador-geral da República, deu uma forcinha. No dia em que a companheirada foi às ruas, ofereceu a denúncia contra Eduardo Cunha, um dos alvos dos esquerdistas nesta quinta. Mas quê… A população não compareceu. Setenta e três mil pessoas. É o que restou ao governo.

“Ah, Reinaldo, então os que querem a saída de Dilma se resumem aos quase 700 mil?” Não! São coisas muito distintas. Existe uma brutal diferença entre a maioria silenciosa, de que os 700 mil eram a expressão sonora, e a minoria ruidosa de esquerda. Os que se manifestaram em defesa do governo exprimem hoje o tamanho do PT e do esquerdismo, mesmo dominando máquinas milionárias, fartamente alimentadas por dinheiro oficial, como é o caso da CUT, do MST, do MTST e da UNE.

Resultado de imagem para dilma

(LULA e DILMA do PT)

O PT perdeu o bonde e as ruas. Desta feita, a gritaria estúpida acusando uma suposta tentativa de golpe não colou. Vimos nas ruas aquela gente de sempre, com suas bandeiras vermelhas, suas palavras de ordem incompreensíveis à larga maioria, sua estética que ainda remete às primeiras décadas do século 20 com ideias sobre economia que remontam ao século 19……………………………………………………………………………

DILMA PT PODE SER CASSADA NO STF (SUPREM0)….PARA QUEM DUVIDAVA AÍ ESTÁ…..

A VOZ É ÚNICA NO PT….”DILMA NÃO TEM MANCHA NA FICHA”…..SERÁ QUE NÃO?  Caso a DILMA fosse a imagem de santa candura que a petezada tenta passar para a sociedade, ela não estaria sendo acusada no STF (Supremo) em processo que lá corre, cujas provas foram delatadas  no processo LAVA JATO, quando diversos depoimentos de delação premiada dos “corruptõres” acusam que da grana corrupta, milhões serviram para pagar a CAMPANHA ELEITORAL QUE ELEGEU A DILMA PRESIDENTE.  Vejam como está o processo de investigação no STF (Supremo) contra a DILMA….(Ref. Em.com.br)….

Gilmar Mendes vota a favor de investigar Dilma, mas Fux pede vista e julgamento é suspenso

A ação analisada nesta quinta-feira é uma das quatro existentes na Corte Eleitoral pedidas pelo PSDB que podem gerar, no limite, a cassação da presidente

postado em 13/08/2015 14:07 / atualizado em 13/08/2015 15:25

Agência Estado

 Nelson Jr./SCO/STF

O julgamento de uma ação que pede a impugnação do mandato da presidente Dilma Rousseff foi suspenso nesta quinta, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) após um pedido de vista – mais prazo para analisar o caso – feito pelo ministro Luiz Fux. A sessão terminou com dois votos a favor do prosseguimento da ação na Justiça Eleitoral e um pelo arquivamento. A definição dos ministros é apenas sobre a continuidade do processo, sem análise do teor do processo. No início da sessão, o ministro Gilmar Mendes levou ao plenário revelações feitas por delatores da Lava-Jato que colocam em suspeita o desvio de dinheiro do esquema de corrupção para a campanha petista e disse que a Justiça eleitoral “não pode ficar indiferente” à análise. “Não se trata de cassar mandato aqui, mas de ver o que ocorreu”, argumentou.

Resultado de imagem para dilma
         Presidente  DILMA do PT

A ação analisada nesta quinta-feira é uma das quatro existentes na Corte Eleitoral pedidas pelo PSDB que podem gerar, no limite, a cassação da presidente. Antes da diplomação de Dilma, que aconteceu em 18 de dezembro, os tucanos protocolaram duas ações de investigação judicial eleitoral ao TSE – com base em suposto abuso de poder político e econômico nas eleições de 2014. As duas ações correm no tribunal sob relatoria do ministro João Otávio de Noronha.

Depois da diplomação, já em 2015, a Coligação Muda Brasil, pela qual o senador Aécio Neves (PSDB-MG) concorreu às eleições presidenciais, propôs a ação de impugnação de mandato da petista sob alegação de fraude e abuso na campanha. Em fevereiro, a ministra Maria Thereza de Assis Moura negou, de forma monocrática, que a ação prosseguisse no Tribunal. Para a magistrada, a ação do PSDB se baseava em “ilações” e acusações “genéricas”. Com a decisão, o processo foi arquivado. Um recurso do PSDB, no entanto, questionou a decisão da ministra e nesta quinta-feira os ministros do TSE indicaram que podem mudar o entendimento da magistrada e admitir que a ação prossiga.

Foram dois votos favoráveis ao prosseguimento da ação – dos ministros Gilmar Mendes e Noronha – e um contrário, da própria ministra Maria Thereza. No julgamento, Mendes dirigiu críticas à ministra Maria Thereza, dizendo que ela rejeitou o caso “sem instruir o processo, sem, portanto, sequer citar os investigados”. Segundo ele, a ministra “daria uma brilhante contribuição ao Brasil esclarecendo esse fenômeno”. “Se corrupção na Petrobras resulta em lavagem de dinheiro na doação eleitoral, veja, isso precisa ser esclarecido. Se não com efeito prático, para a história desse País”, disse o ministro. O desvio de dinheiro do esquema de corrupção na Petrobras para campanha eleitoral é usado como um dos fundamentos dos tucanos para pedir o andamento da ação…………