FILHO DE MADURO FOI PRESO NO HAITI E EXTRADITADO PARA OS ESTADOS UNIDOS, POR TRAFICAR COCA…..

A NOT´CIA FOI PUBLICADA NO SITE – UCHO INFO – DE 12/11/2015.  Sem maiores comentários por motivos óbvios…..registro abaixo o que li no UCHO INFO…..Vejam:

Preso com 800 quilos de cocaína, filho de Nicolás Maduro é extraditado para os Estados Unidos

Compartilhar no Facebook
Tweet no Twitter

nicolas_maduro_1002

(MADURO PRESIDENTE DA VENEZUELA – CHAVISTA BOLIVARIANA -)

Uma ação coordenada pela Drug Enforcement Administration (DEA), agência antidrogas dos Estados Unidos, e pela Procuradoria Federal do Distrito Sul de Nova York prendeu na terça-feira (10) Efraim Antonio Campos Flores, filho de criação do ditador Nicolás Maduro, presidente da combalida Venezuela, com 800 quilos de cocaína.

A prisão de Flores confirma notícias do UCHO.INFO, que durante meses a fio afirmou que a Venezuela era um grande “player” no mercado internacional de drogas, com o presidente da Assembleia Nacional Venezuelana, Diosdado Cabello, atuando com o barão do tráfico no país sul-americano.

Campos Flores é sobrinho da primeira-dama Cilia Flores e foi criado desde a infância por ela e por Maduro. No momento da prisão, ele estava acompanhado de um primo, Francisco Flores de Freitas. Eles foram presos na capital do Haiti, Port au Prince (Porto Príncipe), quando desembarcavam com a droga que havia sido despachada da Venezuela e seguiria para o México e os Estados Unidos.

Quando as autoridades lhe deram voz de prisão, o sobrinho de Maduro tentou dar a famosa “carteirada”, alegando que tinha imunidade diplomática. Os agentes do DEA disseram que o criminoso venezuelano não estava em seu país e muito menos em missão diplomática.

A dupla foi extraditada para os Estados Unidos e desde terça-feira está em um presídio federal. Eles serão processados por tráfico internacional de drogas. O anúncio oficial da prisão dos familiares da primeira-dama está previsto para hoje (quarta-feira).

A Venezuela está, desde 2012, na mira das autoridades norte-americanas por causa do envolvimento de militares e integrantes do governo chavista com o narcotráfico. Esse envolvimento criminoso vem de quase uma década e ganhou força com a boa relação construída por Chávez com Evo Morales, presidente da Bolívia, país que produz anualmente 300 toneladas de pasta-base de cocaína e distribui internacionalmente o produto a partir de países vizinhos.

Em 2012, o ex-juiz Eládio Aponte revelou a existência do Cartel dos Sóis – nome em referências às divisas que os generais carregam no uniforme. Aponte afirmou que o tráfico de drogas no país é coordenado por militares, sobretudo por Diosdado Cabello.

Em janeiro deste ano, o ex-guarda-costas de Cabello, Leamsy Salazar, exilou-se nos Estados Unidos e revelou a intrincada rede de corrupção e tráfico de drogas chefiada por Cabello e membros da alta cúpula do governo, entre eles, o filho do ex-presidente Chávez, Hugo Chávez Colmenares.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: