TUBARÃO DA EMPREITEIRA ANDRADE GUTIERREZ…OTAVIO DE AZEVEDO, PROMETE ENTREGAR MAIS DOIS SENADORES…..

SENADO NA BERLINDA TREME….Os senadores do país, antes figuras intocáveis igual vaca sagrada da Índia, estão com a doença da “maleita moral”, pois sem terem sido picados pelo fatal mosquito, estão com o sintoma desta doença que mata, sem antídoto eficaz, e TREMEM igual vara verde…..Com as delações premiadas que estão em moda nos processo – lava jato – do Dr. Moro em Curitiba, TUDO PODE ACONTECER, até senador hoje ser  “tocável” , tremer,  e ir parar na cadeia…..vejam mais esta de “senadores treme – treme em perigo”….(Ref. Mídia Livre FCS 28/11/2015)….

“Vejam só: empreiteiro corrupto promete entregar 02 senadores e pagar R$ 1 bilhão por acordo

Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook:

Depois de 150 dias preso….

Quando o Odebrecht vai tomar vergonha e fazer o mesmo?

***Otávio Marques de Azevedo, o presidente da segunda maior empreiteira do Brasil, a Andrade Gutierrez, estava diante de uma câmera e frente a frente com o juiz Sérgio Moro, que vai definir o seu futuro e de todos os mega-empreiteiros brasileiros presos sob suspeita de corrupção na Petrobras.

Ao invés de demonstrar a habitual tensão dos réus, o empreiteiro tentava fazer brincadeiras para descontrair o ambiente.

A estranha tranquilidade tinha uma razão: seus defensores já estavam negociando um acordo de delação premiada e outro de leniência que podem resultar em sua saída da prisão mediante uso de tornozeleira eletrônica, no pagamento de uma multa de 1 bilhão de reais e na acusação de ao menos dois senadores que estariam envolvidos no esquema. Assim, ao invés de responder aos questionamentos feitos por Moro, Azevedo só agradeceu a sua família e disse que não falaria nada ao magistrado.

Caso se concretize, esse será o maior acordo firmado até o momento pela Lava Jato, que já recuperou 1,8 bilhão de reais. Antes dele, o que obteve mais recursos de multa foi um assinado com a Camargo Corrêa – 800 milhões de reais – em julho passado. Para fechar esses acordos, o Ministério Público leva em conta o tamanho da organização e qual foi a participação dela no desvio.

Por exemplo, a Camargo Corrêa é a quinta maior do país e teve uma receita líquida de 4,5 bilhões de reais no ano passado. Já a Andrade Gutierrez, a segunda, teve uma receita de 8,4 bilhões de reais e é acusada de ter pago cerca de 632 milhões de reais em subornos para obter contratos com a Petrobras. Até agora, representantes de ao menos quatro empreiteiras já se comprometeram a colaborar com as investigações e entregar os outros participantes do suposto esquema de corrupção, entre eles políticos com foro privilegiado. Com a maior adesão dos empreiteiros, aumenta a pressão para que a Odebrecht, a principal construtora brasileira, siga o mesmo caminho. Na última vez que foi questionado sobre o assunto durante depoimento na CPI da Petrobras, o presidente da companhia, Marcelo Odebrecht, que está preso em Curitiba, disse que não tinha nada para delatar. ***(Com informações de El País)  ”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: