VESPA ASIÁTICA GIGANTE…..NOVO PERIGO PARA O OCIDENTE….

PERIGOSA ASSASSINA…….GIGANTE VESPA ASIÁTICA JÁ CHEGOU AOS ESTADOS UNIDOS E AVANÇA PELAS AMÉRICAS….  Assisti uma reportagem completa na TV sobre os perigos desta vespa assassina, que está se multiplicando assustadoramente pelo mundo, a qual além de matar vespas europeias, quando ataca em enxames chega a matar o homem com seu potente veneno….Vejam os detalhes deste novo perigo que devemos enfrentar logo…..(Ref. revista Galileu)…..

Ataque de vespas gigantes aterroriza chineses

Vespas medem cinco vezes o tamanho das abelhas; invasão já provocou a morte de 41 pessoas. Ataque é comum, mas está mais intenso neste ano

por Murilo Roncolato

Editora Globo

Foto: Addicted2Hymenoptra/Flickr

Moradores da zona rural de diversas regiões da China estão assustados. Recentemente, a população local voltou a sofrer ataques dignos de filme de terror. Não são os pássaros de Hitchcock, nem se tratam de aranhas, nem coelhos ou ovelhas (pois é, nos filmes eles também são mortais). Os chineses estão mais próximos do enredo de The Swarm (O Enxame), mas com um detalhe que faz toda a diferença: os ataques estão sendo causados por vespas gigantescas, que medem cinco vezes o tamanho das abelhas comuns do filme.

O governo de uma das cidades da província de Shaanxi decretou estado de emergência, destacou equipes para combater as vespas (a temporada de ataques é prevista para durar até novembro), incendiando seus ninhos – mais de 300 já foram destruídos –, e hospitais criaram repartições especiais para o atendimento de vítimas. Cerca de 41 pessoas já morreram após os ataques, sendo 18 em apenas uma única cidade (Ankang). O número de vítimas varia de 200 a mais de 500, dependendo da região, e o de hospitalizados beira 100.

O relato das vítimas é de dar arrepios. Ao South China Morning Post, um homem contou ter sido perseguido por um enxame dessas vespas durante o equivalente a um quarteirão grande. À CNN, Chen Changlin, que cuidava de uma plantação de arroz na região, contou seu pesadelo: “Eu corri e gritei por ajuda, mas as vespas me perseguiram por cerca de 200 metros e me picaram por mais de três minutos”, disse Changlin, que foi perseguido depois de uma mulher e uma criança terem sido atacadas – mais tarde, elas não resistiram às toxinas e morreram no hospital.

Em outro caso, uma mulher ficou hospitalizada por cerca de um mês após levar mais de 200 picadas.

“Quanto mais você corre, mais elas querem te pegar.” Ao chegar no hospital, sua urina estava tão escura que se parecia com shoyu, reportaram veículos de imprensa chineses. Na província de Guangxi, no sul da China, uma escola foi atacada e 30 pessoas ficaram feridas, sendo 23 crianças.

A cidade de Ankang calcula que 36 já morreram e mais de 700 ficaram feridas entre 2002 e 2005 na região. Apesar de não ser um fato estranho à população local, este ano se observa uma onda crescente dos ataques, fato que pode ser fruto de alterações no clima na região, que passa por um aumento de temperatura, tornando mais favorável a reprodução em maior escala da espécie, além da maior expansão dos campos de trabalho em zonas rurais antes isoladas no interior chinês.

A vespa responsável pelos ataques é a maior do mundo. Trata-se da Vespa Gigante Asiática (Asian Giant Hornet) ou Vespa mandarina, que também responde pela subespécie chamada de Vespa Gigante Japonesa. Chega a medir até 5,5 cm e seu peso pode passar de 4 mg. A Vespa mandarina pode fazer viagens ininterruptas de até 100 km a uma velocidade próxima a 40 km/h. Sua picada liberada uma toxina que pode gerar complicações levando a vítima a morte por insuficiência renal.

Temida não só por humanos, a vespa gigante é uma caçadora voraz de abelhas. Costumam atacar colmeias atrás das larvas e do mel. Com suas mandíbulas, uma vespa consegue cortar uma abelha comum ao meio. Um grupo pequeno de vespas pode acabar com uma população de dezenas de milhares de abelhas em questão de horas. Um documentário mostra exatamente o momento do ataque das vespas a uma colmeia – e também a incrível estratégia defensiva das abelhas, que, às centenas, formam uma bola em torno da vespa e agitam suas asas elevando a temperatura do núcleo, tornando insuportável para a vespa, que morre.

Cidadãos de Arlington Heights, uma cidade próxima à região dos grandes lagos, no Estado de Illinois, nos Estados Unidos, reportaram a presença da mesma espécie de vespa. Em 2012, um americano foi atacado por algumas delas, inclusive. Uma página no Facebook foi criada para que as pessoas possam mapear conjuntamente a presença da vespa asiática, que parece estar atravessando oceanos agora.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: