EIKE BATISTA DA OGX (PROTEGIDO DO LULA)….COMEÇA A SE LIVRAR ….

A FORÇA DO PODER POLÍTICO DOMINA O PODER JUDICIARIO ?  Esta é a pergunta que hoje a população faz de si para si mesma, tais são as dúvidas geradas nas  ações que tramitam nos escalões superiores da nossa injusta justiça e que envolvem corrupção de BILHÕES E BILHÕES.  Este EIKE BATISTA arrancou ” empréstimo” do BNDES na época do LULA (PT) presidente, de mais de R$ 10 BILHÕES DE REAIS, dívida hoje impagável, já que ele está em plena quebra ….Vejam mais esta neste campo que mina a tua grana…..(Ref. revista Época)…..

TEMPO

Juiz tenta ampliar lista de crimes contra Eike, mas é contido por desembargadores

Juiz havia decidido que o ex-magnata deveria responder também por falsidade ideológica e indução de investidor a erro

SAMANTHA LIMA
01/04/2016 – 14h51 – Atualizado 01/04/2016 14h51
Em busca dos bens de Eike Batista (Foto: Reuters)

Em busca dos bens de Eike Batista (Foto: Reuters)

O novo juiz responsável pelas três ações penais contra Eike Batista, por suspeita de crimes contra o mercado na negociação de ações, tentou ampliar o rol de acusações contra o empresário, mas acabou contido em segunda instância.

Vítor Valpuesta havia decidido, em uma das ações, que o ex-magnata deveria responder também por falsidade ideológica e indução de investidor a erro, além de imputar tais crimes a outros cinco ex-diretores do grupo. O juiz assumiu o caso em março do ano passado, depois de o então responsável, Flávio Roberto de Souza, ter sido flagrado dirigindo um Porsche do empresário que havia sido apreendido por ordem judicial.A decisão de Valpuesta considerava a denúncia original que veio da procuradora da República Karen Kahn, do Ministério Público Federal em São Paulo. A ordem contrariava o procurador carioca José Panoeiro, que queria descartar parte das acusações da colega. A defesa de um dos ex-executivos denunciados recorreu, e, no fim, desembargadores mantiveram somente a denúncia de manipulação de mercado contra Eike e outros dois ex-gestores. Os demais acabaram livres da Justiça.Nas outras duas ações penais que correm contra Eike, o empresário responderá novamente por manipulação de mercado e por supostamente lucrar com informação privilegiada,o “insider trading”. Os supostos crimes são atribuídos a negociações das ações, em 2013, da petroleira OGX e OSX, fundadas por Eike, quando, segundo a acusação, ele já teria ideia das dificuldades das empresas.A segunda quebra da OGX, a petroleira de EikeO crime de manipulação de mercado prevê aos condenados pena de até oito anos de prisão e o de “insider trading”, cinco anos de prisão.Advogados têm até dia 18 de abril para apresentar as defesas. “Tenho plena convicção e que as denuncias serão rechaçadas em razão de erros processuais comentidos pelo Ministério Público Federal”, diz Ary Bergher, criminalista responsável pela defesa de Eike.O vice-presidente da Associação dos Investidores Minoritários, Aurélio Valporto, criticou a retirada dos crimes da ação penal. “Por que tiraram as acusações, se  o pedido nem foi feito pela defesa de Eike?

O empresário e os ex-executivos desviaram milhões da poupança de milhares de brasileiros enganados por esses acusados. Muitos deles quebraram ou ainda sofrem as consequências de terem perdido seu patrimônio por causa desses crimes”. Procurados, o TRF, o juiz e os procuradores não comentaram o caso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: