NA OMISSÃO DOS PARTIDOS NA SELEÇÃO DE CANDIDATOS HONESTOS…A JUSTIÇA DEVE CORRIGIR O ERRO….

” DEMOCRACIA EM RISCO NO BRASIL….CORRUPÇÃO AMEAÇA MATAR A DEMOCRACIA….”

SERGIO MORO DEFENDE QUE SE OS PARTIDOS SE OMITEM NA SELEÇÃO DE CANDIDATOS HONESTOS EXIGINDO PROBIDADE….A JUSTIÇA DEVE CORRIGIR O ERRO….Definitivamente o Brasil dividirá a história política do país, em duas fases…ANTES E DEPOIS DE SERGIO MORO.  

NOVOS RUMOS NO COMBATE A CORRUPÇÃO.  Devido ao sucesso da operação lava jato, capitaneada pelo juiz SERGIO MORO,  somada  ao retumbante apoio popular,   suas teses nas suas decisões de sentenças condenatórias, deverão constar de novas propostas de leis que corrijam e combatam a corrupção no seu nascedouro, ou seja, NOS PARTIDOS POLÍTICOS já  na classificação e escolha dos candidatos, cujos PARTIDOS POLÍTICOS em tese, têm a obrigação de exigir probidade de seus eleitos , e não o fazem….Vejam o que pensa MORO sobre esta questão….(Ref. site Mudança de Paradigma.com)…..

Sérgio Moro

Sérgio Moro em setembro de 2015.

Nome completo Sérgio Fernando Moro
Conhecido(a) por Comandar o julgamento em primeira instância dos crimes identificados na Operação Lava Jato
Nascimento 1 de agosto de 1972 (43 anos)[1]
MaringáParaná[2] [3]
Nacionalidade  brasileiro
Cônjuge Rosângela Wolff de Quadros
Alma mater Universidade Estadual de Maringá
Universidade Harvard
Profissão Juiz federal
 BRASIL

Moro defende intervenção do Judiciário para afastar corruptos da política

O juiz federal Sergio Moro defendeu hoje (12) a intervenção do Poder Judiciário para evitar a “perpetuação na vida pública” de políticos acusados de corrupção. Para o juiz, o princípio da garantia da ordem pública pode ser usado para justificar decisões que tenham objetivo de evitar novos crimes e afastar o “político improbo da vida pública.”.

A argumentação de Moro consta na decisão em que ele determinou a prisão do ex-senador Gim Argello (PTB-DF) e mais duas pessoas ligadas a ele, na 28ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada hoje.

“O correto seria que as próprias instituições políticas ou as próprias estruturas partidárias resolvessem essas questões. Não sendo este o caso, é necessária, infelizmente, a intervenção do Poder Judiciário para poupar a sociedade do risco oferecido pela perpetuação na vida pública do agente político criminoso, quando há possibilidade de que este volte, em futura eleição, a assumir mandato parlamentar. Nada pior para a democracia do que um político desonesto.”

Na avaliação de Sergio Moro, a corrupção compromete a democracia no Brasil. “Como dinheiro é poder e o domínio político é competitivo, políticos desonestos, por terem condições de contar com recursos criminosos, possuem uma vantagem comparativa em relação aos probos.

Se não houver reação institucional, há risco concreto do progressivo predomínio dos criminosos nas instituições públicas, com o comprometimento do próprio sistema democrático.”

O ex-senador Gim Argello foi preso preventivamente, sem prazo determinado, em Brasília, na 28º fase da Operação Lava Jato, sob suspeita de ter recebido R$ 5 milhões para não convocar, na Comissão Parlmentar de Inquérito da Petrobras, empreiteiros investigados na Lava Jato, como Ricardo Pessoa (UTC Engenharia) e Léo Pinheiro (OAS).

Ele será transferido para a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, nesta tarde.

Transcrição: Agência Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: