O senador Fernando Bezerra, eleito pelo PSB de Pernambuco, afirmou em entrevista publicada nesta sexta-feira, 17, que as provas técnicas não deixam dúvidas, a presidente afastada Dilma Rousseff realmente teria cometido o crime de responsabilidade fiscal a que é acusada. O depoimento de Fernando surpreende. Isso porque em um passado próximo ele foi um dos Ministros do governo da representante do Partido dos Trabalhadores, o PT. Bezerra também ficou conhecido por ser fiel escudeiro de Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco que faleceu durante a campanha eleitoral de 2014. 

O Senador lembra que o Tribunal de Contas da União (TCU) é uma entidade séria e que apontou 23 atos irregulares cometidos pela companheira do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os dados são referentes ao ano de 2015. Segundo ele, isso ajuda a respaldar os argumentos de quem agora votará pelo impedimento da petista. A previsão é que a votação contra Dilma ocorra no início de agosto. Chegou a se falar nas datas 01 e 02 de agosto, mas devido a procrastinação da Comissão do impedimento, esse período pode ser aumentado consequentemente, ficando em uma data posterior.