EX-MINISTRO PALOCCI (PT) E GURU DO PT….GARFOU PROPINA DE R$ 15 MILHÕES….PODE?…..

“MAIS CORRUPÇÃO DO PT (DA PETEZADA)  NO BRASIL CAMPEÃO MUNDIAL DE ROUBALHEIRA DE GRANA DO POVÃO…..”

EX-MINISTRO COORDENADOR DA CAMPANHA DA DILMA O MR. PALOCCI  MUITO EXPERTO SUMIU DAS MANCHETES E DA VIDA POLÍTICA PARA SE LIVRAR DOS ESCÂNDALOS DO PT ? Sim seria a resposta, pois este expert em camuflagem desapareceu das manchetes, pois teria optado por uma vida na iniciativa privada para que assim esquecessem dele o mais rápido possível, já que a chapa da corrupção do PT esquentava muito.  Esta “camuflada” não durou assim muito tempo….Agora ele apareceu numa delação premiada de um dos chefões da “mafiada” empresa ANDRADE GUTIERREZ, o Sr. OTAVIO MARQUES AZEVEDO, como tendo exigido PROPINA e recebido a bagatela de – PASMEM – 15 MILHÕES DE REAIS – de “gorgeta”para aprovação dos contratos desta empresa na Usina Belo Monte…..(Ref. J. Agostinho)….

ESTADÃO

Crédito: Agência Brasil

O ex-ministro Antônio Palocci (Crédito: Agência Brasil)

O empresário Otávio Marques Azevedo, presidente afastado da Andrade Gutierrez, afirmou em sua delação premiada que o ex-ministro Antonio Palocci cobrou R$ 15 milhões referentes a contratos para a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. 

 

O dinheiro, segundo a delação, foi repassado ao economista Delfim Netto – ex-ministro da Fazenda no período da ditadura e um dos principais conselheiros do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Parte dos valores teria sido direcionado ao PT via doações oficiais nas campanhas de 2010, 2012 e 2014.

“Antonio Palocci, provavelmente em São Paulo, solicitou ao declarante o pagamento de R$ 15 milhões para Delfim Netto dedutível do 1% de propina a ser paga”, afirmou o presidente afastado da Andrade. 

“A empresa atendeu essa determinação de Palocci, porém descontou o valor pago a Delfim do montante total solicitado aos partidos PMDB e PT, em partes iguais.”

Palocci foi ministro da Casa Civil do governo de Dilma Rousseff e um dos coordenadores de campanha da petista em 2010. 

Ele já havia sido citado em outras delações da Lava Jato e, à época, afirmou que “jamais solicitou de quem quer que seja dinheiro ilícito”.

O leilão para construção e operação de Belo Monte foi realizado entre 2010 e 2011. Um dos consórcios era integrado pela Andrade Gutierrez. 

A empresa fez um acordo de leniência. Segundo Andrade, 1% do bilionário contrato das obras de Belo Monte envolveu propina acertada com PMDB e PT………………………………………………………………….

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: