JUVENTUDE LATINA NÃO CONHECE “EL GRAND CHÊ”…VEJAM SUAS LICÕES DO BOM COMUNISTA SUBMISSO SUBSERVIENTE VASSALO…..

“LIVRINHO VERMELHO” LATINO DE CHÊ GUEVARA….UMA LIÇÃO PARA A JUVENTUDE LATINA NEÓFITA E AFOITA…….Sem delongas vejam a novidade que vi nas redes sociais sobre ” o grande o mito  “Chê”….Qualquer reclamação dirijam-se as  fonte abaixo do texto que desnuda o Chê………

As 10 frases mais estúpidas de Che Guevara

 

As dez frases selecionadas para este artigo são de autoria de Ernesto “Che” Guevara, um assassino frio que a esquerda venera e cuja famosa foto muita gente estampa nas camisetas, em quadros pendurados na parede ou até mesmo mandam tatuá-la no corpo, numa idolatria que tem de ignorância o que tem de perigosa.

Che Guevara era um guerrilheiro sanguinário que, ao chegar ao poder em Cuba, se tornou um líder igualmente sanguinário. As frases abaixo foram todas extraídas de entrevistas dadas a jornais comunistas, livros de autores de esquerda, pronunciamentos oficiais, cartas e seu famoso diário.


Ernesto Guevara, Che, que foi uma figura chave na revolução cubana, e da mesma forma lutou para incitar revoluções comunistas em vários países da América do Sul, foi durante muito tempo o ídolo dos adolescentes de esquerda e estudantes universitários do Ocidente, devido a popularidade de algumas de suas frases contra o capitalismo e contra o consumismo.

Ironicamente, seu retrato mais famoso, com o rosto para cima e com a boina de um guerrilheiro comunista, foi convertido em uma das fotografias mais famosas e amplamente comercializadas da história, aparecendo em todo tipo de produto, desde camisetas e canetas até bandeiras e cartazes nos escritórios da campanha de Obama.

No entanto, Che não foi um inocente combatente da liberdade. Apelidado de “el Carnicero de la Cabaña“, ele é conhecido por ter ordenado a execução de centenas de pessoas que eram suspeitas de “traição” a ideologia comunista. Muitas vezes realizada por seus comandantes e soldados sem julgamento e em muitas ocasiões esses fuzilamentos eram feitos pelo próprio Che.

Depois de se apoderar de Cuba com sucesso, Guevara seguiu a ordenar a prisão de homossexuais e religiosos, do mesmo modo, ordenou a execução de todos os dissidentes políticos, restringiu com suma dureza a imprensa independente, proibiu o rock and roll e levou a economia cubana para o abismo e quebra total.

As dez coisas mais estúpidas ditas por Che Guevara:

(recado para a juventude)…. 

1. “A juventude deve abster-se de fazer questionamento sobre as ordens do governo. E ao invés disso, deve se dedicar ao estudo, ao trabalho e ao serviço militar”.

(fim da vida indiviual)….

2. “Os jovens devem aprender a pensar e agir em massa. É criminoso pensar como indivíduos”.

(insanidade nuclear extermínio da humanidade ?)…….

com 3. Durante a crise cubana dos mísseis em outubro de 1962, Che apoiou Fidel Castro no confronto nuclear com os Estados Unidos. E se decepcionou quando Khrushchev decidiu retirar os mísseis de Cuba, perante a ameaça de uma guerra nuclear (leia sobre as Memorias de Nikita Khrushchev). Ele disse ao repórter britânico Sam Russel do jornal socialista Daily Worker que “Se os mísseis tivessem permanecido (em Cuba), teríamos os utilizado contra o coração dos Estados Unidos, incluindo Nova Iorque. Nunca devemos aceitar uma coexistência pacífica. Nesta luta dos dois sistemas temos que chegar até a morte de um deles, chegar até a vitória final. Devemos andar pelo caminho da libertação mesmo que custe milhões de vítimas atômicas.”

(jornal comunicação ?  Só o meu jornal (Gramma em Cuba único jornal)……..

4. “Precisamos acabar com todos os jornais. A revolução não pode ser alcançada com a liberdade de imprensa.”

(extermínio de opositores sem processo)….

5. “Para enviar homens ao pelotão de fuzilamento, a prova judicial é desnecessária. Estes procedimentos são um detalhe burguês arcaico. Esta é uma revolução! E um revolucionário deve converter-se em uma fria máquina de matar motivado pelo ódio puro”.

(cultivem um super ódio)……

6. “O ódio é o elemento central de nossa luta! O ódio é tão violento que impulsiona o ser humano além de suas limitações naturais, convertendo-o em uma máquina de matar com violência e a sangue frio, Nossos soldados têm que ser assim”.

(o que Chê pensa sobre o negro e o europeu – aqui a contradição de Chê)…..

7. Em 1952, em comentários a propósito da população de origem africana na Venezuela, Guevara expressa o que pensa sobre “os negros” e o racismo de Che se faz evidente nesses comentários em seu diário de viagem: “Os negros, os mesmos magníficos exemplares da raça africana que mantiveram sua pureza racial graças ao pouco apego que têm ao banho, viram seu território invadido por um novo tipo de escravo: o português […] O desprezo e a pobreza os unem na luta cotidiana, mas o modo diferente de encarar a vida os separa completamente; o negro indolente e sonhador gasta seu dinheirinho em qualquer frivolidade ou diversão, ao passo que o europeu tem uma tradição de trabalho e de economia que o persegue até estas paragens da América e o leva a progredir”. (CASTAÑEDA, 2006, p.75; KALFON, 1998, p.87).

(o machismo de Chê e a mulher)…..

Após chegar à Costa Rica, escreveu o que se segue: “Fiquei do lado de fora com Socorro, uma negrita [neguinha] que eu tinha arranjado, com 16 anos no lombo e mais puta do que uma galinha.” (ANDERSON, 1997, p.143)

Numa entrevista radiofônica concedida logo após o seu retorno a Havana, Che Guevara fornecia uma boa pista do que os negros e mulatos cubanos deveriam esperar do seu futuro na ilha. Um proeminente empresário cubano chamado Luis Pons, que por acaso era negro, perguntou, pois, a Che quais eram os planos da revolução para a população de cor.“Nós faremos por negros e mulatos exatamente o que eles fizeram pela revolução”, rebateu Guevara. “Ou seja: nada”. (FONTOVA, 2009, p.241)

8. E continua “… o negro indolente e sonhador, gasta seus pesos (moeda cubana)em qualquer ninharia ou em bebida, o europeu tem uma tradição de trabalho e de economia que o persegue até o coração da América e o impulsiona ao progresso, independente de suas próprias aspirações individuais”. O filme “Diários de Motocicleta” omitiu esta inconveniente observação do diário de Che Guevara.

9. Em 18 de Fevereiro de 1957 o guia camponês Eutimio Guerra, acusado de passar informações ao inimigo, é acusado pelos rebeldes e condenado a morte. Na hora da execução, seus companheiros não se decidiam se iriam mata-lo a tiros ou de outra forma, e é quando Che se adianta, saca sua pistola e dá um tiro na região da têmpora de Eutimio, descrevendo esse ato em seu diário: “… acabei com o problema dando-lhe na têmpora direita um tiro de pistola [calibre] 32 […] Ao revista-lo os pertences não conseguia tirar o relógio amarrado com uma corrente no cinto, então ele me disse com uma voz distante e sem tremer: ‘Arranque, menino, tudo…’ Isso foi o que fiz, e seus pertences passaram a meu poder.” Depois Che escreveu em seu Diário: “Executar um ser humano é algo feio, porém exemplar.

10. Em uma carta a seu pai referindo-se a essa execução escreve: “Tenho que te confessar, papai, que nesse momento descobri que realmente gosto de matar”.

Se algum de seus amigo ou alguém que você conheça é dono de uma camiseta, um cartaz ou tatuagem com a imagem de Che, compartilhe este artigo, para que conheça a verdadeira face do comandante Che Guevara.

Fontes:
– 10 frases del Che Guevara (no tan grandiosas) – Yusnaby.com
– O racismo de Che Guevara – Nação Mestiça
– 
Che Guevara: “Realmente me gusta matar”. – Blog do Edmilson Siqueira.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: