Archive for Dezembro, 2016

PROJETO LEI ESPÚRIO DO DEP. DANIEL VILELA (PMDB-GO) TIPO MANDRAKE (MALANDRO)….. DARIA UM ROMBO DE R$ 100 BILHÕES AOS TROUXAS DOS PAÍS…..

“PARABÉNS MINISTRA CÁRMEN LUCIA DO STF….DESMANCHOU UMA BILIONÁRIA PICARETAGEM “…..

DEPUTADO DE GOIÁS, DANIEL VILELA , DEFENSOR DAS TELES ENTROU BEM…..O STF barrou o projeto lesa pátria deste deputado do PMDB, o qual daria um baita prejuízo ao país…. O projeto lesa pátria foi aprovado sorrateiramente na Câmara Federal,  e já estava na bica para ser aprovado TAMBÉM  SORRATEIRAMENTE –    TIPO  SECRETAMENTE – pelo Senado Federal….Triste Brasil com estes parlamentares marca  barbante  que só fazem “esquemas ”  bilionários….Será que esse gajo deste reles deputado goiano nào vê que o país está mudando?   Vejam a travada do STF no projeto lesa pátria deste malandro…..(Ref. site 247 – Goiás)…. 

LUIS MACEDO

O  ” ESPERTINHO “….. deputado federal goiano Daniel Vilela (PMDB), que precisa  “explicar o$  motivo$   de$te  nefa$to ”  projeto ……..

 

_________________________________________________________________

 

Anúncios

POVO DA VENEZUELA…..SEM NADA MAIS….SEM COMIDA….SEM DINHEIRO….SEM LIBERDADE…NADA MAIS LHES RESTOU….

“MADURO DITADOR  BOLIVARIANO COMUNO – SOCIALISTA, JOGOU A VENEZUELA NO FUNDO DO POÇO….” 

DERROCADA DO POVO DA VENEZUELA.  Este modelo de doutrina neo – comunista latina – chamado de “bolivarianismo” foi testado na Venezuela pelo CHÁVEZ e agora pelo MADURO,  e só mostrou-se como um uma pataquada trágica e cômica, tipo teatro do absurdo, que levou o povo da Venezuela a pior fase em toda a história,  um dos países mais ricos em petróleo do mundo.  

 

Venezuelanos cruzam fronteira com Colômbia para comprar alimentos e remédios

10

Na Venezuela reina a incompetência de governar, somada a fanfarronice burra dos  “esquerdoidos” e atrasados comunistas  subdesenvolvidos latinos….Ao que tudo indica, a continuar a crise , seguramente haverá logo um golpe de  estado……Vejam a situação triste do povo da Venezuela….(Ref. Gazeta do Povo – Curitiba).  

 

_________________________________________________________________

“A Venezuela já vive há tempos o caos econômico causado pela desastrosa mão pesada dos governos de Hugo Chávez e Nicolás Maduro. O “socialismo do século 21” conseguiu a proeza de promover a miséria generalizada apesar de o país ter uma das maiores reservas petrolíferas do mundo.

A iniciativa privada foi colocada de joelhos com regulações e expropriações, e os venezuelanos sofrem com hiperinflação, depressão e desabastecimento, inclusive de produtos básicos. Para contornar a situação, o governo já recorreu a medidas surreais como fichar os consumidores para impedir que comprassem o mesmo produto mais de uma vez na mesma semana.

Está em vigor um “estado de exceção e emergência econômica” que dá a Maduro poderes especiais para conduzir a economia, mas a situação parece só se agravar.

 

 

Um sinal visível do estrago causado pela inflação é a necessidade de se adotar cédulas de valor cada vez maior, algo que os brasileiros que precisavam lidar com dinheiro antes de 1994 conheciam muito bem. Mas, na Venezuela, o governo relutou o quanto pôde em botar em circulação notas superiores à de 100 bolívares (US$ 0,15 pela taxa de câmbio oficial).

Só agora Maduro se rendeu à realidade, mas, como de costume, buscou resolver o problema da forma mais autoritária e absurda possível: ordenou, em 11 de dezembro, o recolhimento, em 72 horas, de todas as notas de 100 bolívares, que seriam substituídas por novas cédulas de 500 bolívares (outros cinco valores maiores seriam introduzidos a seguir, além de moedas de valores menores ou iguais a 100 bolívares).

Para se ter uma ideia do que essa operação representa, dados oficiais indicam que essas cédulas são 77% de todo o dinheiro em circulação na Venezuela, um país onde 40% da população não tem conta em banco e, por isso, usa apenas dinheiro vivo para seus gastos diários.”

Maduro não reconheceu a responsabilidade pelo caos. Preferiu culpar conspiradores externos

DANIEL VILELA DEP. FEDERAL (PMDB) FOI AUTOR DO PROJETO DE LEI LESA PÁTRIA DE R$ 40 BILHÕES…..

MAIS UMA VERGONHA NACIONAL DE  R$ 40 BILHÕES DE REAIS….É O FIM DO BRASIL COMO NAÇÃO?

SERÁ QUE TEM  “ALGO MAIS”…..NESTE PROJETO ?  As coisas funcionam assim em Brasília no Congresso Nacional. …… Raro é o parlamentar que apresenta projetos a favor da Nação Brasileira e de seu povo….A maioria deles  apresentam  projetos que beneficiam grandes grupos econômicos, os quais, depois ou antes, pagam as contas de campanha  (e deles também), os parlamentares que os favorecem em projetos de lei, a exemplo projeto abaixo,  desta vergonhosa manobra LESA PÁTRIA….Vejam os detalhes ….(Ref. site 247 – Goiás)…..

 

SITE “CETICISMO POLÍTICO”, DERRUBA TESE DE LEANDRO KARNAL, O “GOEBELS” DO LULA (PT)…..

 

CAIU POR TERRA TÁTICA TERGIVERSANTE PARA INOCENTAR LULA (PT) DAS ACUSAÇÕES…..Vejam os detalhes das contradições  do advogado “goebelista”do LULA do PT…..

HomeAnálise

A mentira que Karnal lançou para tentar inocentar o PT deixaria até Goebbels ruborizado

A mentira que Karnal lançou para tentar inocentar o PT deixaria até Goebbels ruborizado

Eu estava devendo este post há tempos, mas, enfim, é o momento. Como desmascarador de fraudes intelectuais, escrevê-lo é agradável e divertido. Digamos que refutar embusteiros é praticamente um esporte.

 

Eis minha promessa: demonstrar que a principal fraude intelectual criada por Leandro Karnal para tentar inocentar o PT de seu projeto totalitário de poder baseado na corrupção também seria capaz de inocentar Hitler pelo Holocausto e o Maníaco do Parque por seus assassinatos e estupros. (Na verdade, seria uma “inocentação” psicológica sobre incautos, pois tudo é apenas um truque hipnótico)

 

Hora de desconstruirmos a fraude.

 

Antes, veja a implementação do truque de Leandro Karnal no vídeo abaixo:

Agora é só decodificar o esquema, que possui cinco passos bem claros e que podem ser reproduzidos a todo momento para inocentar qualquer grande barbárie da humanidade. Isso, é claro, até um desmascarador de fraudes te interromper.

 

Veja o passo-a-passo:

 

  1. Identificar o alvo da atrocidade ética (a ser inocentado)

  2. Aplicar o espantalho e fingir que o item anterior se relaciona a falhas morais banais e comuns

  3. Diluir a responsabilidade, com exemplos dessas falhas morais banais e comuns

  4. Dizer que os praticantes dessas falhas morais banais e comuns são responsáveis pelas atrocidades daquele praticante das monstruosidades (e que está sendo inocentado com o truque)

  5. Fazer o público ouvinte se sentir culpado pelas maiores atrocidades do mundo

 

Agora vamos aplicar o padrão de Karnal para quem quiser inocentar o PT de seu projeto totalitário de poder, bem como inocentar Hitler do genocídio e também o Maníaco do Parque de todos os seus estupros e assassinatos. Observe que o truque, como já disse, só vai funcionar para quem não percebeu a estrutura do ardil. O objetivo deste texto não é que você propague o truque, mas que o refute, sendo capaz de explicar a armação.

 

No primeiro passo, o argumentador psicopata vai identificar o alvo da crítica oponente. Como já mencionei anteriormente, pode ser o imperdoável projeto totalitário de poder do PT (no qual a corrupção foi apenas um meio), o genocídio de Hitler e os estupros e assassinatos cometidos pelo Maníaco do Parque.

 

No segundo passo, existe uma parte essencial do truque, com a aplicação do espantalho. Em suma, o objeto da crítica (a imoralidade gravíssima) é escondido para ser comparado a algo que possui apenas alguma relação com este objeto. Veja como o modelo se aplica:

 

  • O projeto totalitário de poder é escondido, para ser tratado apenas como “casos de corrupção”

  • O genocídio de Hitler igualmente é escondido, para ser tratado apenas como “agressões entre pessoas”

  • Os assassinatos e estupros do Maníaco do Parque são escondidos, para serem tratados como “atos de falta de respeito entre pessoas do sexo oposto

Após este passo, começa o item três do truque: encontrar responsáveis – em grande quantidade – pelas práticas imorais de menor grau, para fingir que eles são exemplos das práticas imorais de altíssimo quilate. Quer dizer: nós não encontramos facilmente pessoas que empreendem projetos totalitários de poder com base na corrupção, mas encontramos aqueles que pagaram propina para o fiscal da banquinha de jornal.

Igualmente não encontramos praticantes de genocídio, mas encontramos muitos que já deram pontapé em jogo de futebol ou xingaram alguém no trânsito. Pelo mesmo padrão, não encontramos muitas pessoas que praticam assassinatos ou estupros em série, mas encontramos mais facilmente aqueles que fizeram uma piada grosseira para o(a) parceiro(a).

 

No passo quatro, portanto, é preciso responsabilizar os praticantes das falhas morais menores pelos atos (raros, felizmente) dos praticantes das grandes atrocidades morais da humanidade. Observe os verbal assault patterns:

  • “A corrupção não começa com o PT. Começa com aquele que passa com o carro pelo acostamento.”

  • “A agressão entre pessoas não começa com Hitler. Começa com aquele que xinga alguém no trânsito.”

  • “A grosseria entre pessoa do sexo oposto não começa com o Maníaco do Parque. Começa com aquela esposa que faz piada sobre o costume do marido tomar cerveja”.

 

O toque final vem com o passo cinco: fazer com que sua audiência se sinta “culpada” por – caso tenha praticado um dos atos menores – pelas maiores atrocidades da humanidade. Note que o truque funciona quando o público, hipnotizado, não percebe a transição feita no passo 1, onde o projeto totalitário de poder é tratado como “corrupções do cotidiano”, ou o genocídio é tratado por “agressões entre pessoas” e os assassinatos/estupros em série por “grosserias entre pessoas do sexo oposto.

É este truque – envolvendo estratagemas erísticos bem arquitetados – que permite que alguém saia da sessão de doutrinação achando que “a corrupção do PT começou com o sujeito que passou com o carro no acostamento”.

A partir do momento em que alguém foi seduzido pelo truque de Karnal, não há mais capacidade de estabelecer um debate racional com esta pessoa, a não ser que ela seja desperta do embuste. Em muitos casos, ela não fará isso, pois parte de seu público também é composta de pessoas desonestas da extrema-esquerda. Mas Karnal tem conseguido empreender seus truques até mesmo em pessoas que não pertencem à extrema-esquerda. Nesse caso, as pessoas se encontram em colapso cognitivo. Algumas até dizem que “estão praticando pensamento crítico”, embora, como vimos nesta desconstrução (com decodificação), o truque só é digno de enganar incautos.

Seja lá como for, agora você possui instrumentos para não cair em um dos principais estratagemas de Leandro Karnal, que demonstra uma monstruosidade moral capaz de apavorar até alguns psicopatas e um nível de prática sofística que deixaria Epicuro, Marx e Goebbels humilhados.

ALÔ, ALÔ…..EXÉRCITO BRASILEIRO… ATENÇÃO….. REFORMA DO ATUAL SISTEMA DE SEGURANÇA PÚBLICA ESTÁ A CAMINHO….

” PROJETO DE LEI PODERÁ DIMINUIR O PODER DAS FORÇAS ARMADAS DE MODO VELADO ? ” 

REFORMA PROPÕE UM SISTEMA ÚNICO DE SEGURANÇA PÚBLICA AO PAÍS….Pelo projeto de lei, as atuais polícia civil e militar dos Estados poderão  ser absorvidas nesta proposta….Vejam os detalhes…(Ref. Agência Câmara Notícias)….

DETALHE ESTRANHO.  Pelo projeto a atual Guarda Nacional ficaria autorizada a atuar ANTES DO EXERCITO?  O EXÉRCITO BRASILEIRO PERDE SUA IMPORTÂNCIA?  Vai virar força armada de segunda  linha ?  Vai entrar em extinção ?  O presidente da República será o único chefe da Guarda Nacional ? 

” A Força Nacional de Segurança Pública poderá atuar, entre outras situações, na decretação de intervenção federal, de estado de defesa ou de sítio, antes das Forças Armadas; em eventos de interesse e de repercussão nacional; em apoio aos órgãos federais, com anuência ou por solicitação dos governadores. “

 

O TEXTO DA LEI (sonho da esquerda tupiniquim – acabar com o Exército Brasileiro de modo indireto e sorrateiro)…Vejam o  malandro projeto de lei….. 

 

A Força Nacional de Segurança Pública poderá atuar, entre outras situações, na decretação de intervenção federal, de estado de defesa ou de sítio, antes das Forças Armadas; em eventos de interesse e de repercussão nacional; em apoio aos órgãos federais, com anuência ou por solicitação dos governadores.

CÂMARA NOTÍCIAS   –   20/12/2016 – 16h59

Criação do Sistema Único de Segurança Pública é aprovada em comissão

Texto prevê proteção aos direitos humanos, promoção da cidadania, resolução pacífica de conflitos, uso proporcional da força e eficiência na prevenção e repressão das infrações penais, entre outros pontos

 

Du Amorim/A2 Fotografia

Segurança - policiais - soldados polícia militar tropa

Polícias civis e militares farão parte do sistema único, além de polícias federal e rodoviária federal

 

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou o Projeto de Lei 3734/12, que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

 

De autoria do Executivo, a proposta estabelece os princípios e as diretrizes dos órgãos de segurança e prevê a proteção aos direitos humanos e fundamentais; a promoção da cidadania e da dignidade do cidadão; a resolução pacífica de conflitos; o uso proporcional da força; a eficiência na prevenção e repressão das infrações penais; a eficiência nas ações de prevenção e redução de desastres; e a participação comunitária.

 

Entre as principais linhas de ação do sistema estão a unificação dos conteúdos dos cursos de formação e aperfeiçoamento dos policiais, a integração dos órgãos e instituições de segurança pública e a utilização de métodos e processos científicos em investigações, por exemplo.

 

Entre as principais mudanças de procedimento, o texto prevê a criação de uma unidade de registro de ocorrência policial e procedimentos de apuração e o uso de sistema integrado de informações e dados eletrônicos.

 

Mudanças
O relator na comissão, deputado Alexandre Baldy (PTN-GO), apresentou várias emendas baseadas em sugestões feitas por representantes da área de segurança em audiência pública. As mudanças foram aprovadas pelos deputados, que também rejeitaram quatro propostas apensadas (PLs 3461/08, 7258/10, 2161/11 e 2723/11).

 

Uma emenda prevê padronização de cores de roupas, viaturas e símbolos dos órgãos de segurança por ato do Ministério da Justiça. “Um mínimo de padronização é necessária e contribui para a população, independentemente do estado em que esteja, identificar os órgãos de segurança”, disse Baldy.

 

Composição
Segundo o projeto, o Sistema Único de Segurança Pública é composto pelas polícias Federal, Rodoviária Federal, Ferroviária Federal, civis e militares; pelos corpos de bombeiros militares; e pela Força Nacional de Segurança Pública. As guardas municipais poderão colaborar em atividades suplementares de prevenção.

 

Alex Ferreira / Câmara dos Deputados

Audiência pública sobre as ações sobre a gestão das políticas públicas de enfrentamento ao uso de Crack e outras Drogas. Dep. Alexandre Baldy (PTN-GO)

Alexandre Baldy incluiu no texto parceria em ações em portos, aeroportos e rodoviárias

 

A proposta ainda prevê que os órgãos do Susp realizarão operações combinadas, planejadas e desencadeadas em equipe; aceitarão os registros de ocorrências e a apuração uns dos outros; compartilharão informações e farão intercâmbio de conhecimentos técnicos e científicos. Esse intercâmbio será feito por cursos de especialização, aperfeiçoamento e estudos estratégicos.

 

Baldy incluiu no texto a atuação em parceria dos integrantes do Susp em portos, aeroportos e rodoviárias, a partir de sugestão da Polícia Rodoviária Federal. O original previa a cooperação em ações em rodovias, hidrovias e ferrovias, com comunicação prévia ou logo após a ação ao órgão responsável por aquela área.

 

A Força Nacional de Segurança Pública poderá atuar, entre outras situações, na decretação de intervenção federal, de estado de defesa ou de sítio, antes das Forças Armadas; em eventos de interesse e de repercussão nacional; em apoio aos órgãos federais, com anuência ou por solicitação dos governadores.

 

A convocação e a mobilização da Força Nacional serão prerrogativas da Presidência da República.

 

Conselhos 
Alexandre Baldy também acrescentou a participação nos conselhos de segurança pública – criados pelo projeto – de representantes dos órgãos do Susp, do Judiciário, Legislativo, Ministério Público, da Defensoria Pública e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); e de entidades da sociedade civil ligadas a políticas de segurança. 

 

Tramitação 
O projeto que cria o Susp teve origem no PL 1937/07, enviado pelo Executivo, e que foi desmembrado em duas propostas, a pedido da Comissão de Educação e Cultura. O segundo texto (PL 3735/12) institui o Sistema Nacional de Estatísticas de Segurança Pública e Justiça Criminal (Sinesp).

 

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. O texto já foi aprovado pela Comissão de Educação. 

CONTINUA:

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Reportagem – Tiago Miranda

Edição – Rosalva Nunes

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias

ESQUERDA TUPINIQUIM BRASILEIRA ERA CONTRA A CENSURA DA IMPRENSA NA DITADURA (OU REVOLUÇÃO) MILITAR DE 1964…..HOJE SÃO A FAVOR DE MODO ABSOLUTO….

ESQUERDA SUBDESENVOLVIDA BRASILEIRA  QUER GARROTE NA INTERNET.  A esquerda burra brasileira na época do governo militar de 1964, clamava aos quatro ventos ser contra a censura de imprensa e de manifestação do povo.  Na época a esquerda burra estava fora do poder e exigia DEMOCRACIA PLENA E TOTAL.    

 

ESQUERDA BURRA REPETE EXEMPLO DOS MILITARES DE 1964.  Hoje, nestes 13 anos da esquerda burra no poder, eles clamam AO CONTRÁRIO, E QUEREM CENSURA JÁ, URGENTE, nas manifestações do povo contra os políticos NAS REDES SOCIAIS, já que estes políticos,  com raras exceções,  estão atolados até o pescoço por corrupção e roubalheiras nos cofres do Tesouro Nacional, e não querem ver seus nomes levando pauladas a todo segundo nas redes sociais da internet.  

 

WEVERTON  ROCHA (PDT)… O “ATOLADO”….Vejam  que  este deputado do PDT, que apresentou as emendas que desfiguraram o projeto popular de moralização da política, quer VEDAR e proibir  manifestações na internet CONTRA OS POLÍTICOS….(Ref. site Brasil  Verde Amarelo)….

ATENÇÃO: CÂMARA VAI PEDIR BLOQUEIO DE NOTÍCIAS POLÍTICAS NAS REDES SOCIAIS

008

 Deputado federal (PDT) WEVERTON ROCHA

A Câmara dos Deputados através de seu representante o deputado federal  Weverton Rocha (PDT-Maranhão) vai protocolar nesta tarde o pedido de uma liminar para suspensão ou bloqueio imediato de todas as notícias veiculadas nas redes sociais que façam referência a política no Brasil.

 

De acordo com informações vindas do Planalto a iniciativa visa “garantir a estabilidade política nesse momento conturbado até que os parlamentares aprovem todas as medidas necessárias para colocar o país nos eixos”.

 

Weverton nada mais é do que o parlamentar que desestabilizou a votação das dez medidas contra à corrupção comprometendo o avanço das investigações contra políticos corruptos.

Ele é um dos investigados pela Polícia Federal.

CARDEAIS DO PODER JUDICIÁRIO NACIONAL ASSUMEM QUE SÃO GENTE ESPECIAL ………. DA “CASA GRANDE”

INACREDITÁVEL MINISTRA DO STF (SUPREMO) ASSUMIR QUE QUER SER “DIFERENTE”  DOS DEMAIS E RELES MORTAIS  DA SENZALA…..Sendo verdadeira esta  notícia, de repente, o povão vai ter que sair as ruas em protesto em frente aos tribunais, STJ, STF , protestando contra os privilégios de MEGA SALÁRIOS DOS JUíZES DO PAÍS……Não há cofre de nação nenhuma no mundo que aguente  pagar tantos mega salários a essa gente sem coração e totalmente desumana…(Ref. site Jornal livre)….Vejam esta besteira agressiva contra todos os brasileiros….. 

__________________________bancoimagemfotoaudiencia_ap_205976

Vergonha suprema: ministra Rosa Weber, do STF, quer que Judiciário fique fora do teto

Conforme o Jota.Info, lemos algo de arrepiar os cabelos.

Ocorre que a ministra Rosa Weber decidiu levar ao plenário do STF a ação das associações de magistrados que pedem ao tribunal a exclusão do Judiciário da emenda constitucional 95, que criou o teto de gastos públicos.

 

 

Indiferente ao sacrifício que todos os brasileiros farão para ajudar o Brasil a se recuperar do rombo causado pelo PT, a ministra determinou ainda que sejam solicitadas informações à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal, a serem prestadas no prazo comum de cinco dias. A definição só deve acontecer em 2017.

 

 

O que Rosa Weber propõe é que o Judiciário possa gastar à vontade. Atualmente, o Judiciário brasileiro é o mais caro do mundo, vivendo sob escândalos dos megasalários.