Graça Foster entrega estelionato eleitoral de Dilma Rousseff

Graça Foster entregou Guido Mantega e o esquema de estelionato eleitoral de Dilma Rousseff.

Leia o que a Folha de S. Paulo publicou sobre o caso:

“A palavra final, disse Foster em depoimento dado em inquérito civil público de 2015 e anexado ao processo do MP, era de Mantega, que presidia o conselho de administração.

‘Os aumentos de preços, todos eles, desde o meu primeiro dia até o último dia eram trazidos pelo presidente do conselho’, afirmou ela. ‘Ele ligava para mim e falava: 3 no diesel e 5 na gasolina, e desligava’.

Em seu Plano de Negócios, a Petrobras contava com reajustes de combustíveis para manter o indicador de endividamento sobre geração de caixa abaixo do limite de 2,5 vezes estipulado para o período entre 2013 e 2017.

O índice atingiu 4,07 vezes ao final do primeiro semestre de 2014, três meses antes da eleição presidencial. Ainda assim, mostram as atas, o presidente do conselho rejeitou diversos pedidos de reajustes feitos pela empresa (…).

Em reunião no dia 31 de outubro, cinco dias após o segundo turno, Mantega finalmente cedeu e, segundo a ata do encontro, recomendou à diretoria ‘passar um tempo com os preços acima da paridade a fim de recompor as defasagens do passado’”

As informações são da Folha de S. Paulo.